Para ver e ouvir: o impacto das trilhas no sucesso de um desfile

20/03/2012

por | Cultura Pop

Momento final do desfile de Inverno 2012 de Rick Owens ©Reprodução

Música e moda são eternos namorados, não é novidade. Quantos ícones da música não renderam toneladas de inspiração para designers e revistas (Mick Jagger, Madonna, Cat Power, Amy Winehouse, Bowie, etc)? Ou quantos artistas não ficaram famosos após serem “adotados” por pessoas influentes da moda (Lana Del Rey, Florence Welsh, The Kills, Lady Gaga, Pete Doherty…)?

A trilha de desfile é união perfeita desses dois universos e pode fazer maravilhas para a apresentação de uma coleção. O contrário também acontece. É muito difícil você não se deixar levar por uma música. E quando isso acontece, você acaba vendo o desfile pelo filtro do que aquela canção provoca em você. Emoção, lembranças, diversão, saudade, beleza… Por isso é uma escolha tão importante e fundamental, porque ela ajuda no impacto que a marca quer causar com aquela coleção.

A trilha que marcou essa temporada foi, sem dúvida nenhuma, a de Rick Owens, que usou a música “Ima Read”, de Zebra Katz, para deixar a atmosfera de seu desfile ainda mais climática, estranha e misteriosa. Quase ninguém havia ouvido falar nesse artista até então, mas todos saíram da apresentação com o refrão da faixa na cabeça e, em poucos minutos, Zebra Katz já era um dos assuntos mais comentados nos twitters da moda. O site Fashionista fez uma reportagem engraçada, contando que “Ima Read” “é a música tocada no carro da ‘Bazaar’; o pessoal da ‘V Magazine’ sabe a letra inteira de cabeça e Tommy Ton disse que foi a melhor trilha de todos os tempos”. “Foi o ápice de como essa música poderia ter sido usada”, contou Zebra Katz ao “New York Times”.

Nova sensação: Ojay Morgan aka Zebra Katz ©Reprodução

O que significa Ima Read? “Reading” é um termo antigo usado pelas pessoas que praticam voguing (lembra da músida da Madonna?), que significa um insulto verbal sobre algo que não fica muito claro para os ouvintes comuns. Um bom “reader” pode dilacerar você com apenas uma frase, como Zebra faz em parceria com a rapper Njena Reddd Foxxx, causando sensações não muito agradáveis em quem ouve a música de primeira. A letra soa ainda mais forte com um som minimalista e repetitivo. Segundo o “NYT”, “Ima Read” foi gravada como um statement da cultura negra e também como um tributo ao documentário “Paris is Burning” (filmado no final dos anos 80, mostra a cultura de baile das comunidades negra, gay e transgender de Nova York, além de explorar temas como o racismo, a homofobia e a pobreza), mas, segundo o próprio cantor, “é preciso estudar e pesquisar para entender o que eu digo”. De qualquer forma, nada poderia cair tão bem no desfile igualmente forte e atmosférico de Rick Owens.

Leia alguns trechos abaixo:

Ima read that bitch

Ima school that bitch

I´m gonna take that bitch to college

I´m gonna give that bitch some knowledge

I´mma chop that bitch

I´mma slice that bitch

I don´t like that bitch

I´mma fight that bitch

I don´t like that bitch

Desfile Rick Owens Inverno 2012 em Paris:

Não foi a primeira vez que uma música ganhou vida após ser executada em uma passarela famosa. A irresistível versão que o Scissor Sisters fez para “Comfortably Numb”, do Pink Floyd, estourou após ter entrado na trilha da Balenciaga, na Primavera 2003. Foi também quando vimos uma das melhores misturas de luxo com o sportswear, especialmente o surfe, em uma passarela de Paris, certamente um dos pontos altos na carreira de Nicolas Ghesquière. O cover animado, leve e bonito, feito por uma banda até então desconhecida, casou perfeitamente com a coleção igualmente fresca da Balenciaga. A partir daí, a música invadiu as pistas, os iPods e as casas de show, e uma nova banda da cena underground de Nova York levou frescor ao esquema mainstream.

Os looks de neoprene da coleção de Primavera 2003 da Balenciaga ©Reprodução

Outro projeto que também foi “lançado” pela moda foi a dupla belga Vive la Fête, que tocou ao vivo no desfile de Outono 2002 da Chanel após Karl Lagerfeld ter se declarado fã número um da banda. O designer também já deu bastante espaço para as Chicks on Speed e Cat Power. Nos três exemplos vemos pessoas com um visual que tem bastante apelo para o público da moda. Mais uma vez, o astral de vanguarda do duo e sua música sexy tinham tudo a ver com a Chanel.

Desfile Chanel Inverno 2002 com apresentação de Vive la Fête:

Quem está por trás das trilhas da Balenciaga e da Chanel é o DJ e produtor francês Michel Gaubert, também o curador dos CDs da Colette, que sempre foram muito aguardados por conta das novidades que traziam em termos de música. Ele também já assinou trilhas para Rodarte, Fendi, Gucci, YSL, Jil Sander, entre muitos outros, e é uma espécie de padrinho de novos artistas e bandas.

Um DJ ou uma banda que entenda a alma da marca é peça fundamental para que um desfile seja bem sucedido. Uma música toca a alma com muito mais facilidade do que uma roupa. E quando essa janela é aberta, nós também podemos enxergar a roupa sob esse filtro da beleza e da emoção.

N.R: para escrever o texto, ouvi “Ima Read” umas cinco vezes e desde então, o refrão “ima read ima read ima read” fica batendo sozinho na minha cabeça…

FFW pop digest: Scissor Sisters, Emma Watson, Bed Intruder +!

12/08/2010

por | Cultura Pop

Saiu o novo videoclipe do álbum “Night Work” da banda Scissor Sisters para a faixa “Any Which Way”. No site oficial, eles explicam que as gravações levaram dois dias em Londres e que a direção de arte é de Ace Norton. Aperte o play no vídeo acima!

+ Site oficial: scissorsisters.com

_________________________________________________________________________________________

Na trilha dos blogueiros mirins Tavi Gevinson e Bryan Boy que causaram polêmica na primeira fila dos principais desfiles do planeta fashion, chegou a vez da indústria cinematográfica encarar um enfant terrible: Jackson Murphy, conhecido na internet como “Lights, Camera, Jackson” (ou somente “LCJ”). Aos 11 anos de idade, Jackson garante que iniciou sua carreira de crítico de cinema quando ainda estava no útero de sua mãe. O “escritor” mirim faz críticas extremamente objetivas e duras, tendo criado um sistema de notas que vai da letra A (que significa “corra para o cinema e compre o DVD assim que sair”) até a letra F (“vá assistir qualquer outra coisa”). As opiniões, naturalmente, estão divididas: há quem ache Jackson uma fofura, e há quem o odeie com todas as forças. Tire suas próprias conclusões no lights-camera-jackson.com.

_________________________________________________________________________________________

belleUma das bandas indies mais cultuadas, o Belle & Sebastian, lança o oitavo disco de estúdio, “Write About Love” ainda em 2010. E mais, os escoceses são uns dos nomes quentes para tocar no Brasil na já ótima temporada de festivais, ao lado do Arcade Fire. Ainda não há data de lançamento oficial. Veja a capa ao lado.

_________________________________________________________________________________________

Depois que decidiu cortar o seu cabelo mais que curto, a atriz Emma Watson (Hermione da série “Harry Potter”) não sai mais dos noticiários de fofocas internacionais: a especulação agora é que ela tenha passado pelo extreme makeover para fazer o papel da personagem Lisbeth Salander no filme “The Girl with the Dragon Tattoo”, um remake baseado na obra original do escritor sueco Stieg Larsson que virou best-seller. Emma ainda não confirmou nada, mas também não negou a possibilidade: ou seja, os boatos podem ser, sim, verdadeiros.

+ Site oficial da atriz: emmawatson.com

_________________________________________________________________________________________

OwenPallettFinalFantasy

“Swedish Love Affair” é o nome do novo EP de Owen Pallet, violonista que toca com o Arcade Fire e que lançou em 2010 o elogiadíssimo disco “Heartland”. Owen tocou no Brasil duas vezes, ambas no SESC Santana, em 2008, quando ainda usava o codinome Final Fantasy para lançar seus discos.

_________________________________________________________________________________________

Novo clipe da IAMWHOAMI. Ainda sob uma identidade desconhecida, a cantora vai divulgando através de uma conta no Youtube videoclipes, faixas e vídeos conceituais, agora com conteúdo um pouco mais consistente. E continua melhor do que muitas cantoras com rosto…

_________________________________________________________________________________________

Publicitários quebram a cabeça para entender (e reproduzir) a equação por trás dos ‘memes’ de internet _vídeos que, espontaneamente e através de boca a boca se tornam sucessos mundiais de audiência. Um dos mais recentes é o depoimento indignado de um homem (Antoine Dodson) na reportagem de um noticiário norte-americano sobre uma casa que foi invadida por um suposto estuprador. Em duas semanas, a versão remixada no Auto-Tune teve mais de 7 milhões de acessos no Youtube e ganhou o título de “Bed Intruder Song (feat. Kelly Dodson)”. O sucesso tem sido tão absurdo que uma versão HD da música pode ser comprada na loja da iTunes por US$ 1,29. Na tabela do iTunes, Antoine Dodson está na frente de Lady Gaga, Eminem e Ke$ha.

Assista:

É possível conferir o vídeo original com o depoimento de Antoine aqui.

Scissor Sisters anuncia disco com participação de Sir Ian McKellen

15/04/2010

por | Cultura Pop

scissor452cov

Com uma capa feita por Robert Mapplethorpe que traz um belo, digamos, statement, o Scissor Sisters anunciou nesta semana o lançamento de “Night Work”, seu primeiro disco após um hiato de quatro anos. O single “Fire With Fire” deve ser lançado ainda em abril.

O grupo americano, formado em 2001, ajudou a levar uma versão glitterizada da disco music para as pistas de dança nos anos 2000, com os CDs “Ta-Dah” (2006) e “Scissor Sisters” (2004).

De acordo com o jornal “The Guardian”, o novo álbum vem com participação de Sir Ian Mckellen (ele mesmo, o Gandalf da trilogia “O Senhor Dos Anéis”, ou, se preferir, o Magneto da saga “X-Men”) em um trecho da faixa “Invisible Light”. Também colabora o produtor Stuart Price, amigo e parceiro de longa data de Madonna. O álbum começa a ser vendido no dia 28 de junho.

Ouça um preview de “Invisible Light” e confira o tracklist completo de “Night Work”.

01.Night Work
02.Whole New Way
03.Fire With Fire
04.Any Which Way
05.Harder You Get
06.Running Out
07.Something Like This
08.Skin This Cat
09.Skin Tight
10.Sex And Violence
11.Night Life
12.Invisible Light

+ Site oficial: scissorsisters.com

+ Facebook: facebook.com/scissorsisters

+ Twitter: twitter.com/ScissorSisters

+ Myspace: myspace.com/scissorsisters

+ You Tube: youtube.com/scissorsisterstv