Toque de Midas: entenda o que faz de Phoebe Philo a estilista nº 1 do mundo hoje

11/03/2013

por | Gente

A estilista Phoebe Philo, diretora criativa da Céline ©Reprodução

“A mulher Céline não é exibida. Quero poder andar pelas ruas de Londres sem chamar a atenção de ninguém, mas com uma sensação gostosa de que as roupas que uso são as mais bem feitas possíveis e que vestem meu corpo com perfeição e conforto”.

Essa frase de Phoebe Philo serve tanto para descrever o estilo que imprimiu na marca Céline, da qual é diretora criativa, quanto uma boa amostra de sua personalidade. Apesar de ser uma das melhores estilistas de sua geração, ela é uma pessoa bastante reservada para alguém em sua posição.

Phoebe, 40, está por trás das melhores coleções das últimas estações e certamente fez o melhor desfile na temporada Inverno 2013/14, o que a coloca como a nº 1 da pirâmide fashion, dividindo espaço com os também aclamados Haider Ackermann e Riccardo Tisci, da Givenchy.

A modelo brasileira Chris Herrmann abre o desfile da Céline Inverno 2013/14; mais looks ao centro e à direita ©Imaxtree

Mas o que é que Phoebe tem? O que ela faz que torna seus desfiles ultra disputados e comentados? Simples: ela tem uma habilidade enorme para antecipar o que mulheres como ela querem vestir. Ou como a jornalista Sarah Mower escreveu no site da “Vogue”, “é o trabalho de uma mulher trabalhando para outras mulheres”.

Mais do que isso, Phoebe é uma “hit maker”. Desde que entrou na Céline, em 2008, a casa mais que dobrou o faturamento e passou de uma marca adormecida para a grife definitiva e com o poder de mudar a maré da moda conforme seu gosto.

A Céline foi comprada pelo grupo LVMH em 1996 por €412 milhões, mas era tida como um caso sem esperança, uma casa sem identidade.

A modelo Gemma Ward em dois looks da Chloé, com a bolsa Paddington ao centro ©Reprodução

Phoebe também vinha de uma história peculiar. Após se formar na Central Saint Martins, ela mudou-se para Paris para ser assistente de Stella McCartney na Chloé. Quando Stella saiu para abrir sua própria marca, Phoebe ficou no posto de diretora criativa. Fez um tremendo sucesso, foi eleita Melhor Estilista do Ano pelo British Fashion Council, e colocou no mercado peças que viraram febre e esgotaram nas lojas, como a bolsa Paddington, o jeans de cintura alta e a plataforma de madeira. Mas no auge de sua carreira, largou tudo para se dedicar à família. Ela não estava dando conta de ter residência fixa em Londres, onde estavam seu marido e primeiro filho, e trabalhar em Paris, sede da Chloé.

Se todo mundo ficou com o queixo caído, para Phoebe foi uma atitude natural. “Na verdade, foi uma decisão muito fácil de tomar”, disse em uma entrevista ao “Financial Times”.

Nos dois anos que tirou, teve seu segundo filho e decidiu que quando voltasse a trabalhar, seria nos seus termos. E então veio a proposta da Céline. “Na época a marca não significava muito para mim. Tinha outras ofertas, mas nenhuma aceitava que eu trabalhasse em Londres, o que era algo que eu não estava disposta a negociar”, diz.

A Céline permitiu. Após seis meses de negociação, negócio fechado, e a LVMH construiu um ateliê para ela em Londres. Outro ponto foi o fato de que a marca não tinha uma identidade forte. “Não importa o que ela foi, ela agora passaria a ser o que eu fizesse enquanto estivesse lá”.

Look da coleção Resort 2010 da Céline, a estreia de Phoebe Philo na marca ©Reprodução

Sua primeira coleção já colocou Philo de volta ao topo do mercado, mas com crescimento cuidadoso e sem pular etapas. “Com a Céline, andamos passo a passo, sem nenhuma estratégia gigante. Sou um ser humano, com limitações humanas e preciso respeitar isso”, disse a Vanessa Friedman no “Financial Times”.

O estilo de suas roupas é minimalista, mas com as já cultuadas inserções de cores e formas que são confortáveis e ao mesmo tempo reverenciam o corpo feminino. “Quero fazer algo que seja honesto, uma mistura do que quero vestir e como quero viver. Simples e real”.

As roupas são limpas, mas fortes. Os acessórios, impactantes, traduzem as necessidades da mulher contemporânea por algo que seja belo e sofisticado, mas que seja utilitário e tenha vida longa. Phoebe virou cult, assim como suas peças, e a cada temporada aumenta a legião de Philophiles, como são chamadas suas seguidoras.

Sandálias de pele no desfile da Céline Verão 2013 ©Imaxtree

“Minha relação com a moda é divertida e expressa muito como eu estou me sentindo”. Certamente o desfile de Verão 2013 é uma boa tradução para essa frase. Com seu terceiro filho ainda pequeno, Phoebe buscava conforto e passava por uma fase de laços familiares cada vez mais fortes. Dessa forma, ela humanizou a imagem da mulher ao colocar na passarela sandálias felpudas tipo Birkenstock para combinar com uma série de roupas oversized e soltas.

Philo leva as crianças à escola e está em casa novamente na hora de jantar e coloca-las na cama. Avessa ao Facebook, diz que não gosta de se comunicar com seus amigos dessa maneira e que não quer ter muito contato com pessoas que não sejam família ou amigos.

Na Céline, nunca contratou uma celebridade para ser embaixadora. Suas campanhas têm foco na roupa e no lifestyle da marca enquanto a fotografia de Juergen Teller segue sua estética minimalista. Sucesso anunciado para a menina que, aos quatro anos, brigava para se vestir sozinha e ainda adolescente ganhou sua primeira máquina de costura para fazer suas próprias roupas.

 LINHA DO TEMPO

1973: Nasce na França de pais britânicos. Sua mãe é designer gráfica e ajudou a fazer a capa do álbum “Aladdin Sane”, de David Bowie

1993: Entra na Central Saint Martins

1997: Muda-se para Paris com Stella McCartney para ser sua assistente na Chloé

2001: Stella sai da Chloé e Phoebe torna-se diretora criativa da marca

A top Eugenia Volodina com o jeans de cintura alta da coleção de Spring 2004 ©Reprodução

2003: Mostra um jeans de cintura alta que vira hit e esgota nas lojas logo no primeiro dia (segundo o “Financial Times”)

2004: Casa-se com o galerista Max Wigram e tem sua primeira filha, Maya

2005: As plataformas de madeira da coleção de Verão 2006 viram mania entre as jovens fashionistas

2006: No auge do sucesso, deixa a Chloé e a moda para se dedicar à família e retorna para Londres

2008: Aceita a proposta da Céline para ser diretora criativa da marca

2010: Ganha pela segunda vez o prêmio de Melhor Estilista do Ano pelo BFC

Fotografada em seu ateliê em Londres ©Reprodução

2011: É premiada Designer Internacional do Ano pelo CFDA

2011: A Céline anuncia que vai pular a temporada de Inverno 2012, por conta da terceira gestação de Phoebe; a coleção é apresentada para uma quantidade pequena de jornalistas

2012: A revista “Vogue” americana a coloca na lista das pessoas mais influentes da moda com menos de 45 anos

2013: A Céline faz o melhor desfile da temporada e posiciona Phoebe Philo como a número um da moda internacional

celine summer 2013 campaign
Campanha de Verão 2013 com Daria Werbowy, fotografada por Juergen Teller

Drops

22/02/2013

por | Moda

Imagens históricas do Chanel N°5: ilustração de 1921 e campanha de 1937 estrelada pela própria Coco Chanel ©Reprodução

A Chanel inaugura no Palais de Tokyo, em Paris, uma exposição que celebra sua cultuada fragrância Chanel N°5 e que mostra como ela se relaciona a momentos importantes da história. De acordo com a “Vogue” britânica, será pontuada também a conexão do perfume com a vida e as inspirações de Coco Chanel – seus destinos preferidos como Veneza, e seus amigos como Jean Cocteau, Picasso, Apollinaire e Stravinsky. A mostra fica em cartaz de 5 de maio a 5 de junho.

+ De Catherine Deneuve a Brad Pitt, a evolução das vídeo-campanhas do Chanel N°5

___________________________________________________________________________________________

Jennifer Lawrence na nova campanha da Miss Dior ©Reprodução

Acabam de sair as primeiras imagens de Jennifer Lawrence como representante da bolsa Miss Dior – cargo que até a temporada passada pertencia a Mila Kunis. A nova campanha, fotografada por Willy Vanderperre, mostra a atriz indicada ao Oscar 2013 por “O Lado Bom da Vida” em peças da coleção Verão 2013 da Dior.

___________________________________________________________________________________________

Rihanna e Kate Moss nas duas capas da nova “V Magazine” ©Reprodução

A “V Magazine” divulgou na sexta-feira (22.02) as imagens de capa da sua edição “Dynamic Duos”, que chega às bancas no dia 28 de fevereiro. Kate Moss e Rihanna, se revezando na nudez, estrelam a capa e o editorial fotografado por Mario Testino, cuja sessão de fotos ganhou também um vídeo, que você assiste abaixo:

___________________________________________________________________________________________

Uma das peças da coleção Inverno 2013 de Raphael Falci ©Rodrigo Almeida Prado/Divulgação

O designer de acessórios Raphael Falci lançou na quinta-feira (21.02) no shopping Iguatemi, em São Paulo, sua coleção Inverno 2013. As peças, inspiradas no universo barroco e na Art Déco, têm metais em banho dourado e negro e pedras como ônix, ametista, citrino, sodalita, hematita e turquesa; as pérolas também são destaque. A coleção Inverno 2013 de Raphael Falci está à venda no corner da marca no shopping Iguatemi e em multimarcas em todo Brasil.

___________________________________________________________________________________________

A Chloé completa 60 anos em 2013 e, como parte das comemorações, fica em cartaz de 1° a 30 de março na Selfridges, em Londres, uma exposição que reúne peças vintage e vídeos dos desfiles mais memoráveis da grife. Além disso, 16 de suas peças mais famosas (como o vestido-violino da coleção Verão 1983 assinada por Karl Lagerfeld) ganharam uma reedição e estarão à venda na ocasião. Veja algumas delas:

chloe 40 anos coleção comemorativa 1
©Reprodução
Peça da coleção comemorativa do aniversário da Chloé

Drops

28/01/2013

por | Beleza


Pore Refining Solutions Correcting Serum e Solutions Instant Perfecting Makeup, da Clinique ©Divulgação

A partir de março, a Clinique disponibiliza no Brasil dois produtos que prometem minimizar a aparência dos poros dilatados e controlar a oleosidade da pele: a nova base Solutions Instant Perfecting Makeup e a versão em 50 ml do Pore Refining Solutions Correcting Serum, que chegam ao país por R$ 150 e R$ 245, respectivamente.

Enquanto o Pore Refining Solutions Correcting Serum remove as impurezas e reduz o tamanho dos poros, a base Solutions Instant Perfecting Makeup funciona como complemento para o disfarce ótico do primeiro produto e confere uma cobertura leve para a maquiagem. Ambos serão vendidos nas lojas-conceito, service centers e no e-commerce da Clinique.

_____________________________________________________________________________________________
Kit Prata, da Super Pérola ©Divulgação

A marca brasileira Super Pérola lançou recentemente no mercado nacional os Nail Blades, kits com dois esmaltes e fitas metálicas autocolantes, que foram inspirados em uma técnica de nail art desenvolvida no Japão. Em duas opções de cores – “Kit Ouro” e “Kit Prata” –, custam R$ 7 e podem ser encontrados em perfumarias e lojas especializadas.

_____________________________________________________________________________________________
Perfume da Chloé, licenciado pela Coty Prestige ©Divulgação

De acordo com o “WWD”, a Coty Prestige, produtora de perfumes fundada em 1904 em Paris e hoje sediada em Nova York, anunciou o lançamento de uma linha de tratamento facial da Chloé desenvolvida especialmente para o mercado asiático. Chamada Crème de la Rose, a linha possui quatro produtos – um sérum, uma loção à base de água, um óleo e um creme – e chega primeiro ao Japão, em abril, para depois ser vendida em outros países da região.

_____________________________________________________________________________________________
Kit “She’s is so Jetset!”, da Benefit ©Divulgação

A Benefit acaba de lançar um novo kit de miniaturas chamado “She’s is so Jetset!”, disponível apenas nas lojas físicas e no e-commerce da Sephora. O kit reúne quatro tons de sombra, blush, lip gloss, a máscara para olhos “They’re Real” e o primer POREfessional, além de espelho e dois pinceis. Custa R$ 187 e, como todos os produtos da marca americana, tem uma embalagem super meiga.

_____________________________________________________________________________________________
A coleção de Primavera/Verão 2013 da NARS ©Divulgação

A coleção de Primavera 2013 da NARS, criada pelo fundador da marca, François Nars, é ousada e colorida: coral, azul, verde, rosa e fúcsia, todos bem vibrantes, são as principais apostas para a temporada. Os oito produtos da coleção – quatro sombras (de R$ 102 e R$ 145), um blush (R$ 128), um batom (R$ 100), um lip gloss (R$ 96) e um esmalte (R$ 74) – chegam às lojas da Sephora brasileira em fevereiro.

De acordo com o próprio François Nars, a coleção quis “colocar o espírito dos anos 1990, com traços fortes e estilos gráficos”. Por isso mesmo, a marca escolheu modelo escocesa Stella Tennant, de 42 anos, como protagonista da campanha de Primavera 2013.

Ilustradora, fotógrafa e blogueira, Garance Doré agora fecha trabalho com a Chloé

08/09/2011

por | Gente

garanceGarance Doré ©Reprodução

Garance Doré é uma mulher que teve uma guinada total em sua vida após começar um blog, em meados de 2006. A francesa era ilustradora e iniciou o blog uma vez que não se sentia conectada com os apreciadores do seu trabalho. Daí passou para o texto acompanhando seus desenhos. As fotos, por incrível que pareça, surgiram por último, quando Garance se inspirou pelo trabalho de  seu marido Scott Schuman, do blog The Sartorialist, e resolveu fotografar também. Hoje Garance mora em Nova York com Scott, e as fotos, que surgiram sem nenhuma pretensão, se tornaram o principal trabalho da francesa.

garance_illustrationIlustração de Garance em seu blog e na capa da “Elle” UK, com Demi Moore ©Reprodução

Não que seja necessário, mas duas provas de seu sucesso como fotógrafa são super recentes. Uma delas é a abertura de uma exibição das fotos de Garance na galeria Phaidon, em Nova York, no Fashion’s Night Out, concomitante com o lançamento de um novo livro de Guy Bourdin.

E a outra é o lookbook da coleção de primavera da Chloé, fotografada pela própria Garance, uma admiradora assumida da marca. “Eu estou tão feliz de trabalhar com Chloé. Eu sempre amei a mulher Chloé, aquela certa feminilidade romântica que choca com a vibe de menina da cidade que é quase um toque tomboy”, contou a fotógrafa em seu blog.

garance_chloeLookbook da Primavera 2012 da Chloé ©Garance Doré

Garance fotografou a modelo Jacquelyn Jablonski durante dois dias, com styling de Marie Chaix, e todo o staff da marca, que segundo a francesa, são pessoas extremamente profissionais e perfeccionistas. Ela também pontuou a diferença – e o desafio – de fotografar lookbook e editorial. “O que é engraçado é que fotografar um lookbook é realmente diferente de fotografar um editorial. Cada parte das roupas precisa estar visível… Isso faz o exercício todo tão difícil quanto estimulante”, finalizou.

garance_chloe3©Garance Doré

+ Leia aqui entrevista com Garance Doré, em sua visita ao Fashion Rio

Viagem do tempo: entenda a Chloé através de suas campanhas

27/07/2011

por | Moda

ch spring 98 2Linda campanha de 1998 ©Reprodução

Nós reunimos diversas imagens de campanhas da Chloé, desde 1980. Algumas estações não foram encontradas e muitas não trazem informações sobre fotógrafos ou modelos.

Mas é muito interessante tentar decifrar a marca visualmente. Dá para perceber alguns elementos que estão no DNA da Chloé desde sempre, independente do estilista que a dirigia. Ao longo do tempo a marca manteve o foco criativo na produção de roupas elegantes que a mulher também pudesse usar durante o dia e atualizou clássicos do guarda-roupa, como camisas, paletós e trench-coats.

De 1966 a 1983, Karl Lagerfeld foi o diretor criativo e tinha como clientes Jackie Kennedy, Grace Kelly e Brigitte Bardot. Foi substituído por Martine Sitbon, que ficou até 1992. Lagerfeld entra novamente e passa a fotografar as campanhas, assim como faz na Chanel.  Uma nova virada vem em 1997, com a chegada de Stella McCartney, que leva a marca para uma direção mais jovem e feminina e a coloca  no topo novamente. Com a saída de Stella, sua assistente Phoebe Philo toma o posto em 2001, e conquista clientes como Natalie Portman e Lou Doillon. Em 2008 Hannah MacGibbon entra com diretora de criação e neste ano foi substituída por Clare Waight Keller, ex-estilista da Pringle. Mas foi sob a gestão de Stella e a ótima continuação de Phoebe que a Chloé firmou sua pegada cool e fresca.

As campanhas cheias de exagero dos anos 80 são impagáveis, com bocas vermelhas, poses e carões. É a partir de 86 que conseguimos ver elementos que hoje ainda estão lá, como movimento em cena e ângulos diferentes, voyeurísticos. Em mais de 20 anos de campanhas, vê-se que são poucos fotógrafos que se revezam e como podemos ver também a mão de cada um nas fotos.

Linda Evangelista é a modelo recordista de campanhas da Chloé, está em seis delas. Malgosia e Anja Rubik vêm em seguida com quatro, e logo depois chegam Fernanda Tavares e Angela Lindvall com três cada uma. Delicie-se com essa viagem do tempo fashion.

FASE KARL LAGERFELD (1966-1983)

chole fall 1980 bOutono 1980, foto de Michel Comte

chloe spring 1981Primavera 1981; foto de Jim Greenberg

chole fall 1981Outono-Inverno 1981, também fotografado por Jim Greenberg

chloe spring 1982Primavera 1982; foto de Antonio Guccione

chloe spring n1983Primavera 1983; foto de Antonio Guccione

chloe fall 1983Outono/Inverno 1983

FASE MARTINE SITBON (1983 – 1992)

chloe fall 1984Outono/Inverno 1984

chloe spring 1986Movimento e ângulos diferentes começam a aparecer na Primavera-Verão 1986, em foto de Michel Comte

chloe fall 1986Outono/Inverno 1986

chloe spring 1987Primavera-Verão 1987

chole fall 1987Outono/Inverno 1987

chloe spring 1988Primavera-Verão 1988

chloe fall 1988Outono/Inverno 1988

chloe spring 1989Primavera/Verão 1989

chloe fall 1989A cor camelo vira um statement da marca. Outono-Inverno 1989, a modelo Vanessa Duve em foto de Max Vadukul

chloe spring 1990E chegam os 90 com as supermodels. Primavera/Verão 1990, Linda Evangelista fotografada por Max Vadukul

chloe fall 1990Outono/Inverno 1990, em mais uma foto de Max Vadukul com a modelo Leslie Navajas

chloe spring 1991Tatjana Patitz na campanha de Primavera/Verão 1991

chloe fall 1991Outono/Inverno 1991; Heather Stewart-Whyte fotografada por Javier Vallhonrat

ch spring 92Primavera/Verão 1992; Karen Mulder em foto de Javier Vallhonrat

chl fall 92Outono/Inverno 1992, em mais um trabalho de Javier

SEGUNDA FASE KARL LAGERFELD (1992 – 1997)

chl spring 93Primavera/Verão 1993; Linda volta, desta vez fotografada por Lagerfeld

chl fall 93Outono/Inverno 1983 com Linda e Lagerfeld à frente da campanha novamente

chl spring 94Primavera/Verão 1994 com Naomi linda e jovem; foto de Lagerfeld

chl fall 94Outono/Inverno 1994; Karl + Linda

ch spring 95Primavera/Verão 1995, mesma dupla acima!

chl fall 95Outono/Inverno 1995, Linda camaleoa, em mais uma campanha de Karl

ch fall 96Outono/Inverno 1996

FASE STELLA MCCARTNEY (1997 – 2001)

ch spring 98Primavera/Verão 1998; Aurelie Claudel, Lucie de la Falaise e Kim Lemanton em foto de Perry Ogden

ch fall 98Outono/Inverno 1998: Gisele estoura, inicia a era das brasileiras e pega campanha que também tem Carmen Kass e Aurelie Claudel; a foto é de Tom Munro

ch spring 99Primavera/Verão 1999 com Fernanda Tavares

ch fall 99Outono/Inverno 1999, de novo com Fernanda mais a modelo Danielle Zinaich, em foto de Taryn Simon

ch spring 2000Primavera/Verão 2000 com Mini Andem e Lujan Fernandez

chloefall 2000Outono/Inverno 2000 com Feranda Tavares novamente, clicada por Taryn Simon

FASE PHOEBE PHILO (2001 – 2006)

ch spring 2001Primavera-Verão 2001; Taryn Simon fotografa Jessica White

ch fall 2001Outono/Inverno 2001; a Paris da Chloé em foto de Vanina Sorrenti com a modelo Kasia Pysiak

ch spring 2002Primavera/Verão 2002; a modelo Anne Vyalitsyna fotografada por Horst Diekgerdes

ch fall 2002Outono/Inverno 2002; Horst também clica Ksenia Maximova

ch spring 2003Primavera-Verão 2003; Angela Lindval em foto do top Craig McDean

ch fall 2003Angela Lindval no Outono/Inverno 2003, também com Craig

ch spring 2004Jessica Miller em início de carreira na Primavera/Verão 2004; olha as “bananas da Prada” aí! Aqui a foto é de Terry Richardson

ch fall 2004Outono/Inverno 2004: entra em cena a dupla Inez van Lamsweerde e Vinoodh Matadin; as modelos são Dewi Driegen e Caroline Winberg

ch spring 2005Primavera/Verão 2005: Inez & Vinoodh fotografam Anja Rubik e Julia Stegner

ch fall 2005Outono/Inverno 2005, foto da dupla holandesa, com Tasha Tilberg e Missy Rayder

ch spring 2006Primavera/Verão 2006 aposta em Christy Turlington, em campanha que também tem Malgosia Bela. As fotos são de Inez & Vinoodh

FASE EQUIPE DE ESTILO

ch fall 2006Outono/Inverno 2006; fotos de Inez & Vinoodh com Malgosia Bela e Carmen Kass

ch spring 07Primavera-Verão 2007: Uma das campanhas mais festejadas da marca, de Inez & Vinoodh, com Raquel Zimmermann, Trish Goff e Anja Rubik

FASE PAULO MELIM ANDERSSON (2008 )

ch fall 2007O Outono/Inverno 2007 mantém a mesma linha artística com Anja Rubik, Shalom Harlow e Freja, novamente por Inez & Vinoodh


ch spring 2008Primavera/Verão 2008: Ali Stephens fotografada por Craig McDean

ch fall 2008Outono/Inverno 2008 com Anja Rubik (de novo!) e Angela Lindval. E os fotógrafos Inez & Vinoodh voltam à cena

FASE HANNA MACGIBBON (2009 – 20111)

ch spring 2009Primavera/Verão 2009; foto de Mikael Jansson com as modelos Anna Maria Jadodzinska e Toni Garn

ch fall 2009Outono/Inverno 2009: Sigrid, Karlie Kloss e Kasia Struss fotografadas por Jansson

ch spring 2010Primavera/Verão 2010: Mario Sorrenti faz sua primeira campanha para a marca, com Raquel Zimmernann

ch fall 2010Uma das campanhas mais lindas da marca é a do Outono/Inverno 2010, com Raquel fotografada por Inez & Vinoodh

FASE ATUAL: CLARE WAIGHT KELLER

ch spring 2011Na campanha atual, de Primavera/Verão 2011, as modelos Malgosia e Iselin são fotografadas por David Sims

Drops de moda: lenços de Kanye West, mudanças na Chloé e +

09/05/2011

por | Moda

drops-moda-9=maio

Parece que 2011 tem sido o ano da dança das cadeiras no mundo da moda. Depois de Balmain e Christian Dior, é a vez da Chloé trocar sua direção criativa. A marca anuncia nesta segunda que Hannah MacGibbon não estará mais no comando criativo da grife, posto que ocupava desde 2008. Clare Waight Keller, ex-estilista da Pringles of Scotland, vai assumir a posição em 1º de junho. Hannah MacGibbon trabalhou na Chloé por quase 10 anos, inclusive ao lado de Phoebe Philo –que tem conquistado elogios da crítica e das consumidoras com seu trabalho na criação da Céline.

Hanna MacGibbonClare Waight KellerHannah MacGibbon e Clare Waight Keller ©Reprodução

_________________________________________________________________________________________

Stella McCartney assinará os uniformes de toda a equipe olímpica inglesa nas Olimpíadas de 2012, que será realizada em Londres. Os trajes serão feitos com a Adidas, reforçando a parceria entre a estilista e a marca esportiva que já acontece desde 2004 .


_________________________________________________________________________________________

A modelo/cantora/atriz Karen Elson vai adicionar mais uma barra a seus créditos profissionais; desta vez, a de designer de acessórios. Karen irá lançar uma coleção em parceria com a Nine West. Serão sapatos, bolsas e outros acessórios previstos para chegarem às lojas no outono deste ano no Hemisfério Norte, algo entre outubro e novembro.

KAREN-ELSON-ACESSORIOSKaren Elson e os croquis dos seus acessórios para a Nine West ©Reprodução

_________________________________________________________________________________________

O modelo-sensação Andrej Pejic (que vai desfilar no Fashion Rio) é o novo garoto-propaganda da marca espanhola Mango. A grife lançou a quarta edição do concurso “El Botón-Mango”, do qual jovens designers mundo afora têm oportunidade de participar. A competição acontece a cada 18 meses e tem apoio de cinco grandes escolas de moda na Europa. Os 10 melhores candidatos participarão de um desfile e o grande vencedor receberá um prêmio de 300 mil euros. Veja mais informações no site do concurso.

_________________________________________________________________________________________

Kanye West lança uma linha de lenços de seda em parceria com a M/M (Paris), o estúdio que ilustrou as capas do mais recente álbum do músico, “My Beautiful Dark Twisted Fantasy”. São esses desenhos que agora viram estampas no acessórios. Serão feitos apenas 100 lenços de cada estampa, a 250 euros cada, com venda no site da M/M (Paris). Veja as estampas na galeria.

#TrendingTopics: as camisas da vez e suas (des)construções

05/01/2011

por | Moda

Edição: Luigi Torre (@luigi_torre)

Com o eterno jogo do masculino no feminino como um dos principais rumos para o verão 2011 do Hemisfério Norte, a clássica camisa branca surge como peça chave da temporada. O mais legal porém, são suas variações, seja em tecidos molinhos e transparentes, ou em desconstruções de modelagem, decepando mangas, ampliando e deslocando colarinhos, ou simplesmente substituindo esses por grandes laços _afinal os anos 1970 estão com tudo, não é mesmo?

FFW beauty digest: Chloé no Brasil, esmaltes exclusivos da Dior e +!

01/12/2010

por | Beleza

Em dezembro, os perfumes Chloé finalmente desembarcam na América Latina. “Os brasileiros serão os primeiros na área, não tem nem no Duty Free”, explicou Lourdes Mejia, diretora de marketing da Coty Prestige, ao FFW. A essência é desenvolvida ao redor da rosa e o resultado “é quase comestível”, segundo Chloë Sevigny, garota-propaganda da campanha.

O eau de parfum homônimo foi lançado na França em 2008 e tornou-se o mais vendido do país; o eau de toilette surgiu no ano seguinte. Ambos serão vendidos em frascos de 50 mL (R$ 326 e R$ 296) e 75 mL (R$ 426 e R$ 351), mas a Coty diz não se importar com a quantidade vendida. “Trata-se de um posicionamento da marca. Queremos chegar aos consumidores, não a um valor.”

chloe-perfumesEau de parfum e eau de toilette Chloé (SAC 0800 772 55 00): demorou, mas chegou! ©Divulgação

________________________________________________________________________________________

Para tornar seus produtos ainda mais disputados, a MAC convidou o designer Marcel Wanders para criar uma edição limitada de embalagens. Depois de um ano e meio, o resultado: caixas pretas multifacetadas para pó-compacto, um pincel com cara de antigo, tampas gráficas para lipglass e batom e um porta-perfume.

A idéia veio de um quadro metalinguístico de Vermeer, “A Arte da Pintura”, em que um pintor trabalha numa tela. “O pintor está criando a mulher com sua maquiagem, e eu achei interessante porque ele pinta a garota mas ela se pinta primeiro”, explicou Wanders ao “NY Times”.

mac-marcel-wandersO resultado da colaboração entre MAC e Marcel Wanders, que infelizmente não chegará ao Brasil ©Reprodução
________________________________________________________________________________________

A nova fragrância da Tommy Hilfiger, LOUD, foi feita em parceria com a banda britânica The Ting Tings que ajudou a escolher as essências, as embalagens e frascos e até criou a música “We’re Not The Same” para o lançamento. A versão feminina tem lichia, rosas e patchouli; a versão masculina troca as roses por um toque de tabaco.

________________________________________________________________________________________

A nova coleção Vernis da Dior traz 18 novas cores ao Brasil, e três delas chegam aqui com exclusividade na América Latina: 453, 677 e 545 (R$ 74 cada). Os tons foram inspirados na alta-costura, e a nova fórmula reestrutura as proteínas da unha.

esmaltes-diorOs esmaltes que são exclusividade do Brasil: 453, 677 e 545 (SAC 0800 170 506) ©Divulgação
________________________________________________________________________________________

A Estée Lauder está investindo pesado no mercado chinês. Foi lá que a empresa lançou a linha Pure Color, na presença do diretor criativo Tom Pecheux e da chinesa Liu Wen, a primeira asiática a representar a marca, na passarela.

Segundo o WWD, a Estée Lauder está adaptando seus tratamentos de pele para as mulheres chinesas, focando principalmente em clareadores, o segmento que mais cresce no mundo dos cosméticos e um dos mais procurados na Ásia.

liu-wen-estee-lauderLiu Wen na passarela da Estée Lauder: a China é o novo foco ©Reprodução

DIRETO DE PARIS: Stella McCartney, Ungaro, Yves Saint Laurent e +!

05/10/2010

por | Moda

>> É interessante como algumas roupas podem parecer completamente apáticas na foto, e ao vivo fazem você querer esfregá-las todinhas pelo seu corpo. Com essa atual onda pró-minimalismo, então, isso é ainda mais comum. Virtualmente, as roupas da Céline podem parecer nada além de linhas puras e uma enorme limpeza no design. Porém, ao vivo, a perfeição de execução e acabamento, aliado ao mais puro conceito de simplicidade, funcionam quase como um calmante visual.

Simples. Elegante. Sofisticado. Luxuoso sem querer assim parecer. Era essa a sensação ao entrar na loja com decoração bruta, como se estivesse em reforma, com tubulações de ar e tijolos aparentes. Isso e a vontade de apertar e acariciar toda e qualquer peça texturizada exposta quase como uma obra de arte.

IMG_0448

>> Aconteceu hoje no famoso prédio de paredes cinza da Avenue Montaigne, o press day da Dior. Trata-se de um grande showroom onde a imprensa pode conferir de perto as roupas da mais recente coleção desfilada na última sexta-feira (01/10) aqui em Paris. Tipo um backstage pós-desfile _só que com comidinhas e bebidas.

Nos manequins e araras a coleção exatamente como desfilada imprimiu ainda mais comercial. Sem a iluminação, música e toda aquela emoção da apresentação, são roupas prontas para a vida real. Aliás, uma vida real à beira-mar. Sempre bem colorido, o mais interessante foi poder ver de perto os tingimentos _em seda ou em crochê, quase como uma versão simplificada daqueles utilizados no inverno 2010 de alta-costura em julho deste ano_, e o trabalho artesanal de tiras de tecidos entrelaçados.

Cacharel Spring 2011 Ready-to-Wear>> Afastada das passarelas desde 2003, a Cacharel marcou seu retorno para a semana de moda parisiense na última temporada (inverno 2010), atraindo uma considerável atenção de imprensa e compradores. De lá para cá, a marca expandiu com extrema rapidez sua presença em lojas de departamemto ao inaugurar novos pontos de venda ao redor do mundo _só nos EUA foram 50.

O sucesso não é à toa. Agora sob o comando do estilista francês Cédric Charlier a marca dá início a uma nova fase _mais contemporânea e jovial, ainda que mantendo sua essência. Assim, o verão 2011 vem todo trabalhado em cima das cores. Dos neutros aos ácidos são elas que dão força a coleção, toda trabalhada em algodão e seda.

As formas são simples, quase geométricas, com algumas sobreposições interessantes _principalmente quando aparecem os tricôs_, sempre em silhuetas afastadas do corpo. A camisaria é um elemento importante, aparecendo desde sua versão clássica (ou de smoking) e longos chemises com micro pregas no centro, até desconstruções mais elaboradas as transformando em micro coletes.

E os florais que se associam tão facilmente com a marca, agora ficam abstratos. Olhando para o trabalho de pintura de Kim Gordon, Charlier pensou em estampas quase como uma explosão de tintas, mas cujas formas se assemelhavam à flores.

61922481

>> “Girls who are boys, who like boy to be girls, who do boys like they’re girls, who do girls like they’re boys…” E assim, ao som de Blur, Stella McCartney falou exatamente sobre um dos principais rumos do verão 2011: o incansável jogo do masculino no feminino que encontrou na atual vontade minimalista e em algum resquício dos anos 80 a desculpa perfeita para se fazer mais uma vez presente.

E aí falou das calças de cintura alta, das camisas _aqui totalmente abotoadas_, das tão em alta camisetas-túnicas de mangas, das pantalonas e das sobreposições. Todos elementos que a estilista há tempos chama de “seus”, bem antes de toda essa onda pró-minimalista. Mais interessantes são seus vestidos longos de manga inflada, com torso ajustado e saias longas com plissados assimétricos e as estampas de limões e laranjas que aparecem no último bloco do desfile. Mais do mesmo? Pelo menos foi divertio.

Chlo�>> O problema do minimalismo é que, na verdade, ele é chato. Fazer algo dentro desta estética sem cair na mesmice não é tarefa fácil. Tanto que apenas uma estação após ter se tornado a nova coqueluche fashion, a tendência já começa a dar sinais de desgaste. A antropofagia reciclável da moda tomou proporções tão extremas que os habituais 6 meses já são suficientes para fazer do novo, velho?

Se a gente tomar como exemplo o verão 2011 da Chloé a resposta pode ser: sim. Quer dizer, pode ser: talvez. Para não dizer que não houve nenhuma mudança, Hannah MacGibbon deixou o sportswear da coleção passada de lado para dar contornos mais elegantes para esta atual. Fato que, aliás, acabou eliminando sua jovialidade.

Se antes havia uma clara distinção entre a mulher Chloé e a Céline, agora essas duas praticamente se confundem. O desenho purista, as linhas e cortes simples, falam de uma maturidade um tanto austera demais para marca.

Vestidos de saia no meio da perna vinham, então, na mais perfeita execução. Corte preciso, linhas puras e uma cartela de cores neutras que só reforçou a sensação de sofisticação limpa da coleção. Tecidos encorpados nas partes de cima delineavam ainda mais firmemente as formas clássicas da coleção. Roupas lindas, mas um tanto herméticas demais. Onde antes havia algo de diversão e bem estar jovem, agora há caretice.

Par3505937

>> Tudo bem que era um dos desfiles mais aguardados, mas ninguém imaginou que a estréia de Giles Deacon na direção criativa da Ungaro fosse causar tamanho alvoroço. Fãs (da marca ou do estilista?) se aglomeravam na entrada do desfile impedindo que alguns importantes nomes da indústria conseguissem passar para o lado de dentro.

E numa passarela coberta de grama (artificial?) com carros antigos repletos de flores, Deacon levou a Ungaro de volta… bem, de volta para a França. Roupas extremamente femininas, que incluíam vestidos envelopes, saias drapeadas, blusas transparentes, lenços, calças cigarretes, laços, rendas, lingeries à mostra e todo aquele je ne sais quoi que fazem das mulheres parisienses particularmente sexy estavam ali na passarela. Havia também algo de lúdico na apresentação. No caminhar das modelos, nas poses… Um pouco daquele humor irreverente do novo estilista.

Jovial como nunca, sofisticada, bem humorada e provocativa, a coleção de verão 2011 sob comando de Giles Deacon, parece estar finalmente colocando a Ungaro no caminho certo.

FRANCE-FASHION/

>> Será que podemos dizer que a alta dose de glamour e todo clima 1970s presentes no desfile da Yves Saint Laurent seriam uma adequação de Stefano Pilati as vontades do momento? Ou seriam o caminho inverso? Afinal de contas, o grande Yves Saint Laurent em si é referência máxima para esta temporada.

Seja lá qual for a resposta, o que importa mesmo é que Pilati apresentou uma das melhores interpretações da década. Uma versão obscura, com batons mate bem escuros, cabelos presos e sensualidade latente no ar. Calças de cintura bem marcada (e alta) vinham combinadas com blusas-colete frente única ou bons macacões de silhueta seca, saias estreitas faziam par com blusas volumosas ou camisas de manga ampla,vestidos transparentes no melhor estilo 70s, e acessórios felpudos imprimiam ainda mais sensualidade e glamour.

O mais interessante, contudo, é como Pilati conseguiu fazer tudo parecer autêntico e atual. Aplicando recortes geométricos em suas peças _como as fendas arrematadas por pequenos bolsos nas saias evasês_ o estilista fala de uma certa contemporaneidade discreta, balanceando bem passado e presente.

Chloé anuncia novo CEO; Raquel Z. é estrela de novo perfume

31/08/2010

por | Moda

Após 11 anos no comando da Chloé, Ralph Toledano deixou o cargo. Os rumores dão conta de um desentendimento entre Toledano e o novo chefe de moda e acessórios do conglomerado Richemond SA, dono da marca.

Mas o motivo importa pouco para os fashionistas, já que foi Toledano o responsável por dar a Phoebe Philo o cargo de diretora criativa após a partida de Stella McCartney, e assim criar a era dourada da Chloé nos anos 2000.

O novo CEO é Geoffroy de La Bourdonnaye, que já passou pela Christian Lacroix, pela Disney e, recentemente, reergueu a Liberty of London. Seu maior desafio é novamente transformar a Chloé em uma grande competidora internacional (leia-se: grande volume de vendas), como na época das it bags de Philo.

La Bourdonnaye arregaça as mangas oficialmente nessa quarta-feira (01/09), pouco mais de um mês antes do próximo desfile da grife.

Setembro é também quando começam a ser veiculados os anúncios do novo perfume Love, Chloé, que tem Roman Coppola como diretor, Inez & Vinoodh como fotógrafos e Raquel Zimmermann (Ford) como musa.

Assista a um teaser com a brasileira #1 abaixo:

De peito aberto: editora lendária afirma que os seios estão na moda

23/08/2010

por | Moda

lara-stone-seiosLara Stone, a porta-voz dos seios fartos na moda, em retrato para a revista “Love” ©Divulgação

Seios estão na moda de novo (quando foi que eles saíram, né?). E conforme as coleções para o inverno 2010 começam a chegar às lojas do Hemisfério Norte, podemos estar vivenciando um marco na história da moda _algo como um reconhecimento das conquistas femininas no último século.

É essa a opinião da crítica de moda do “International Herald Tribune”, Suzy Menkes, num texto sobre o assunto no blog da “T Magazine“. Nele, Menkes explica que, desde que as mulheres começaram a achatar os seios num movimento revolucionário na moda dos anos 1920, os bustos praticamente saíram de cena tendo poucas chances de voltar.

Nos anos 1950, as saias cresceram e, com o volume cobrindo as pernas, o foco voltou para o colo feminino. Porém, a volúpia fashion que contou com o famoso New Look Dior como propulsor durou apenas até o começo dos anos 1960, quando o prefixo “mini” se juntou ao substantivo “saia”.

De lá para cá foram poucos _e curtos_ os períodos em que a moda (e as roupas) enalteceram as curvas do corpo feminino. Porém, com o inverno 2010 repleto de referências aos anos 1950, o cenário começa a dar sinais de mudanças. Pense na coleção da Prada com ênfase nos bustos com babados ou estruturas volumosas, acompanhados de cintura no lugar e saias amplas. Na Louis Vuitton não foi diferente, e com imagem bem calcada na moda do final da década de 50 e começo dos anos 60.

Até mesmo os mais adeptos do minimalismo, como Phoebe Philo na Céline, Hannah MacGibbon na Chloé e Raf Simons na Jil Sander, começam a mudar sua visão. A modelagem ficou mais tridimensional, dando curvas e contornos arredondados para jaquetas e calças.

+ Leia o artigo na íntegra aqui

Chic, moderna e prática: a nova bolsa feminina tem que ser versátil

27/07/2010

por | Moda

Lembram do modelo de bolsa que as mulheres  usaram e abusaram na década de 1990? Aquele bem quadradão, com alça comprida de carregar no ombro? Elas estão de volta.

bolsa_02Bolsa Céline: minimalista, chic, prática e funcional ©Reprodução / Jack  & Jill

Basta olhar para as coleções internacionais do verão 2010 _a estação do momento no Hemisfério Norte. Um dos principais fundamentos é o foco na praticidade. Peças fáceis, simples, mas sofisticadas e elegantes, adaptáveis às diversas situações.

O inverno 2010 _estação do começo do ano no Hemisfério Norte_ reforçou a pureza no design das peças. O tal do “novo minimalismo”. Ou, como apelidaram alguns especialistas, o “utilitarismo chic”. Pense nas grifes Céline, Chloé, Stella McCartney e Hermès.

Sendo assim, a bolsa da vez não é uma it-bag imensa, nem uma clutch delicada para se carregar nas mãos, mas sim aquela boa e velha bolsa de alça comprida feita para carregar no ombro. Chique, moderna, prática.

Reedições de modelos que foram sucesso nos anos 70, 80 e 90 aparecem agora no topo da lista dos principais acessórios da temporada. Versões moldadas para as necessidades atuais, com um leve toque retrô.

+ Veja o FFW Vitrine especial de bolsas

FFW beauty digest: Katy Perry, Jennifer Aniston e Anna Dello Russo

26/07/2010

por | Beleza

katy-perry“Sou louca por produtos de beleza! Estou sempre procurando por um novo lançamento que vai me transformar na jovem Elizabeth Taylor!”. A declaração é da cantora pop Katy Perry , que lança em Novembro (mas sem previsão no Brasil) o seu primeiro perfume. Com o nome de Purr _que lembra o som das palavras ‘perfume’, ‘perfect’ e até ‘Perry’ (todas em inglês)_, a fragrância traz em sua composição notas de néctar de pêssego, maçã, bambu verde, botão de jasmin, freesia rosa, rosas da Búlgaria, saída de baunilha, âmbar branco, sândalo cremoso e musk. “É um cheiro diferente de tudo que já havia sentido antes e não uma cópia de outra fragrância”, completa.

_______________________________________________________________________________________________________

Egocentrismo?

Jennifer Aniston é outra celebridade que acaba de lançar sua fragrância, intitulada… Jennifer Aniston. O nome foi escolhido às pressas, já que a ideia original, “Lolavie” (rindo da vida, em francês), se parece muito com a de outro produto existente no mercado, o que poderia confundir os consumidores.

Em matéria veiculada no jornal WWD no mês de abril, Jennifer preferiu não explicar o porquê de  “Lolavie”. “É uma longa história e, francamente, é pessoal demais para contar, mas o nome tem um significado especial.” Quanto ao novo cheiro, a atriz contou que é um aroma natural, devido a sua predileção pelo calor.

_______________________________________________________________________________________________________

Perfumes de celebridades já não são mais novidade. Porém…

A diretora de moda da Vogue Japão (e musa dos blogueiros  fashionistas), Anna Dello Russo confirmou que pretende lançar uma fragrância própria no Natal, chamada “Beyond”. O projeto foi sugestão do amigo e diretor de arte Ronnie Cooke Newhouse. “Ronnie me definiu com uma estrela e insider da moda. Então pensei, ‘É hora de fazer um perfume!’”, contou ao jornal Women’s Wear Daily. Com essência de baunilha e amêndoas, o perfume terá o formato de um sapato dourado.

_______________________________________________________________________________________________________

Membros do governo dos EUA e grupos de defesa do consumidor se reuniram na semana passada para discutir um possível endurecimento das normas de segurança para ingredientes, testes e informações no rótulo dos produtos de beleza. Na ocasião, foi lançado o “Safe Cosmetics Act de 2010″:  guia de regras para a regulamentação dos produtos que lotam os banheiros de mulheres e homens no mundo inteiro.

_______________________________________________________________________________________________________

chloe

A mistura de algo novo com um toque retrô. Assim é a nova fragrância da Chloé, que chegará às lojas em agosto com o nome de “Love, Chloé”.  Hannah MacGibbon, diretora criativa da marca, se envolveu bastante no projeto, sugerindo que o cheiro tivesse um ‘quê’ antigo, com um jeito de pó-de-arroz.

Quem estrela as campanhas é a musa da Chloé, Raquel Zimmermann, fotografada em diversos pontos de Paris. Na composição, notas de botão de flor de laranjeira, pimenta rosa, irís, lilás, jacinto, glicínia, base, musk, talco e pó-de-arroz.

_______________________________________________________________________________________________________

Marry Me (em português, ‘case comigo’) é o nome de uma fragrância assinada pela maison francesa Lanvin. A inspiração para o nome surgiu de um livro japonês de fotografia_ não por acaso, país responsável por metade das vendas de fragrâncias Lanvin).

_______________________________________________________________________________________________________

A atriz adolescente Taylor Momsen, a Jenny de Gossip Girl, vai estrelar a campanha do novo perfume feminino de John Galliano. O lançamento  é previsto para o próximo outono do hemisfério norte.  Essa não é a primeira aventura de Taylor no mundo da beleza: em janeiro deste ano ela foi hostess no lançamento de um perfume da Victoria’s Secret Beauty.

_______________________________________________________________________________________________________

O salão de beleza Mizu, em Nova Iorque, criou um aplicativo para iPhone que vai tornar a vida dos seus clientes muito mais fácil. O app, que pode ser adquirado através da Itunes Store, conta com um localizador do salão por GPS,  permite marcar horário por email, além de oferecer uma lista dos serviços e preços oferecidos. Qual será o primeiro salão do Brasil a fazer o mesmo?

A top favorita de Tom Ford e Ghesquière vem para a temporada!

19/05/2010

por | Gente

v1ehto3r5xqbu3tavgxyAline fotografada por Paola Kudacki como um dos ícones da revista “Hercules” ©Reprodução

A participação especial no filme “A Single Man” de Tom Ford, em 2009, foi crucial para a boa fase que Aline Weber está vivendo agora. Depois de desfilar para grifes como YSL, Balenciaga (a única brasileira no casting do desfile), Louis Vuitton, Narciso Rodrigues, Alexander Wang, Jean Paul Gaultier e Givenchy durante a temporada internacional, a top pode ser vista na “Vogue Deutsch” fotografada por Patrick Demarchelier. Além disso, a dupla Inez  & Vinoodh vai fotografar Aline para 3 trabalhos seguidos: a nova campanha da Chloe e dois editoriais para a “Vogue Paris”. E ela também foi fotografada por Greg Kadel para a “Harper’s Bazaar” americana.

Sem contar que a revista masculina “Hercules” apontou Aline como um dos ícones em se tratando de modelos brasileiras na sua mais recente edição (junto com Bruna Tenório, Michelle Alves, Izabel Goulart e outras).

A modelo, que aqui no Brasil é agenciada pela Alpha Group, é presença confirmada nesta temporada de desfiles no eixo Fashion Rio/SPFW.

10600-800wCom styling de Belén Casadevall, Aline fotografada por Txema Yeste para a versão espanhola da “V Magazine” ©Reprodução

21536-800wFotografada por Patrick Demarchelier na última edição da “Vogue Deutsch” ©Reprodução

Use com moderação: anos 70 fazem retorno minimal no inverno

14/04/2010

por | Moda

look-anos-70Looks de Kenzo, Salvatore Ferragamo, 3.1 Philip Lim, Chloé e Marc Jacobs ©firstVIEW

O minimalismo está de volta na moda. E se para alguns estilistas a tendência continua apática (looks de modelagem simples e tonalidades neutras como os da Celine e Jil Sander, só pra citar alguns exemplos), para outros ela vem bem menos careta: elementos típicos dos anos 1970 surgem como uma das mais importantes vontades da temporada.

Marc Jacobs e Philip Lim investiram no visual à la Annie Hall (do filme “Noivo Neurótico, Noiva Nervosa”, de 1977), dando o pontapé inicial nos setentismos. A confirmação veio em Milão, onde Miuccia Prada e Salvatore Ferragamo reforçaram o movimento, enquanto em Paris coube a Kenzo e a Hannah MacGibbon, na Chloé, dar cara atual ao look de Ali MacGraw no clássico “Uma História de Amor”, também dos anos 1970.

A vibe 70s de agora vem aliada ao clima da estação: um guarda-roupa real para mulheres contemporâneas que precisam de praticidade + sofisticação + elegância. À medida que a modelagem skinny perde força, a pantalona volta a colocar a cintura na sua posição natural, enquanto as pernas ganham mais conforto nas modelagens amplas, quase bocas-de-sino.

No caso das calças, vale mencionar a importância do guarda-roupa masculino com o rigor típico da alfaiataria – elemento essencial para esta estação. Blusas levemente volumosas e arrematadas com laços nas golas são combinadas aos blazeres acinturados e pantalonas evasês. O mesmo pode ser dito para as saias e vestidos alongados que servem de base para sobreposições interessantes com vários tricôs de aspecto vintage que apareceram ao longo de toda temporada. Estampas florais, ou então grafismos geométricos, surgem como alternativa para os tons neutros que prevalecem nesta estação.