Lagerfeld lança novo curta pra Chanel; assista a filmografia do estilista aqui

09/05/2011

por | Moda

taleofafairy©Reprodução

Karl Lagerfeld está novamente atrás das câmeras em um filme de 30 minutos que será apresentado logo após o desfile da Cruise Collection da Chanel, em Cap D’Antibes, nesta segunda-feira (09.05), e disponibilizado online no dia seguinte no chanel.com. O curta chama-se “The Tale of a Fairy”, e nas palavras do autor e diretor criativo da Chanel, “algumas pessoas podem ficar chocadas” com seu conteúdo.

O aviso deve-se a uma cena de beijo entre a modelo Freja Beha Erichsen – a suposta “fada” do titulo – e a atriz Anna Mouglalis, embaixadora da marca e intérprete da Chanel de “Coco Chanel & Igor Stravinsky”. Outra possível polêmica do filme seria protagonizada pela modelo veterana Kristen McMenamy, em uma sequência com direito a quebração de louça, tapas e jogatina, que culminaria com a sedução do modelo e muso de Lagerfeld, Baptiste Giabiconi.

“É sobre o uso imprudente do dinheiro, que começa com violência e termina com sentimento”, explicou o kaiser ao Telegraph.

Workaholic, Lagerfeld é diretor criativo da maison Chanel, da Fendi e de sua marca homônima, aventura-se como fotógrafo e também como diretor de curtas-metragens. Confira abaixo uma seleção da filmografia do estilista-cineasta.

+ Magnum, com Rachel Bilson

+ “La Lettre”, para a coleção-cápsula primavera/verão 2011 da Hogan, assinada por Lagerfeld

+ “Window World”, com Magdalena Frackowiak e Barbora Dvorakova

+ “Shopping Fever”, curta-metragem da pré-coleção outono/inverno 2010/11, com Dree Hemingway e Abbey Lee

+ “Remember Now”, para a Cruise Collection de 2011, com Abbey Lee Kershaw, Freja Beha Erichsen e Magdalena Frackowiak

Drops de moda: lenços de Kanye West, mudanças na Chloé e +

09/05/2011

por | Moda

drops-moda-9=maio

Parece que 2011 tem sido o ano da dança das cadeiras no mundo da moda. Depois de Balmain e Christian Dior, é a vez da Chloé trocar sua direção criativa. A marca anuncia nesta segunda que Hannah MacGibbon não estará mais no comando criativo da grife, posto que ocupava desde 2008. Clare Waight Keller, ex-estilista da Pringles of Scotland, vai assumir a posição em 1º de junho. Hannah MacGibbon trabalhou na Chloé por quase 10 anos, inclusive ao lado de Phoebe Philo –que tem conquistado elogios da crítica e das consumidoras com seu trabalho na criação da Céline.

Hanna MacGibbonClare Waight KellerHannah MacGibbon e Clare Waight Keller ©Reprodução

_________________________________________________________________________________________

Stella McCartney assinará os uniformes de toda a equipe olímpica inglesa nas Olimpíadas de 2012, que será realizada em Londres. Os trajes serão feitos com a Adidas, reforçando a parceria entre a estilista e a marca esportiva que já acontece desde 2004 .


_________________________________________________________________________________________

A modelo/cantora/atriz Karen Elson vai adicionar mais uma barra a seus créditos profissionais; desta vez, a de designer de acessórios. Karen irá lançar uma coleção em parceria com a Nine West. Serão sapatos, bolsas e outros acessórios previstos para chegarem às lojas no outono deste ano no Hemisfério Norte, algo entre outubro e novembro.

KAREN-ELSON-ACESSORIOSKaren Elson e os croquis dos seus acessórios para a Nine West ©Reprodução

_________________________________________________________________________________________

O modelo-sensação Andrej Pejic (que vai desfilar no Fashion Rio) é o novo garoto-propaganda da marca espanhola Mango. A grife lançou a quarta edição do concurso “El Botón-Mango”, do qual jovens designers mundo afora têm oportunidade de participar. A competição acontece a cada 18 meses e tem apoio de cinco grandes escolas de moda na Europa. Os 10 melhores candidatos participarão de um desfile e o grande vencedor receberá um prêmio de 300 mil euros. Veja mais informações no site do concurso.

_________________________________________________________________________________________

Kanye West lança uma linha de lenços de seda em parceria com a M/M (Paris), o estúdio que ilustrou as capas do mais recente álbum do músico, “My Beautiful Dark Twisted Fantasy”. São esses desenhos que agora viram estampas no acessórios. Serão feitos apenas 100 lenços de cada estampa, a 250 euros cada, com venda no site da M/M (Paris). Veja as estampas na galeria.

Famosa por antecipar hits, nova coletânea da Kitsuné chega às lojas neste mês

09/05/2011

por | Cultura Pop

por Sergio Amaral

kitsune1A capa da nova edição da coletânea “Maison Kitsuné”, que costuma revelar novos hits das pistas e festivais ©Reprodução

Responsável por algumas das mais descoladas novidades da música e da moda nestas primeiras décadas dos anos 2000, o núcleo francês Kitsuné lança na próxima segunda (16.05) sua mais recente coletânea, a “Maison Kitsuné 11”, com uma nova safra de possíveis hits das pistas e festivais deste ano.

São 16 faixas de uma seleção que foca em músicas de vocação indie e dance e nomes ainda pouco conhecidos, como Housse De Racket, Is Tropical, Creep e Nightbox. Uma amostra das apostas da coletânea está disponível no minimix do DJ Jerry Bouthier disponibilizado para download grátis no kitsune.fr (pegue um atalho direto por aqui…).

Vale lembrar que foi em edições passadas desta mesma compilação que foram projetados nomes como Yelle, Digitalism, Florrie, Two Door Cinema Club, La Roux, Simian Mobile Disco, The Gossip, DatA, Friendly Fires e tantos outros que as pistas consagraram meses ou anos depois.

Confira o playlist da “Maison Kistuné 11” abaixo

1. “Let’s Go All The Way” (Early Version)
2. Alexander Dexter Jones – “Phantastic Phone Call”
3. Housse De Racket – “Roman”
4. Polarsets: “Sunshine Eyes”
5. Gallops: “Miami Spider (Ponciau edit)”
6. Cosmonaut: “Say What You Want”
7. Creep – “Days (Azari & III Remix)”
8. Is Tropical – “The Greeks”
9. Peter & The Magician – “Twist”
10. The Touch – “Sermon”
11. Logo x Icona Pop – “Luvsick”
12. Beat Connection – “Silver Screen”
13. Nightbox – “Pyramid”
14. Guards – “Resolution Of One”
15. Fiction – “Big Things”
16. Exotica – “Conte d’Eté (Afrofunk Version)”

FFW Entrevista: O novo cinema novo de Pedro Rocha

09/05/2011

por | Cultura Pop

FFWsetlist: The Clash, Adele, Foo Fighters e mais músicas pro FDS!

06/05/2011

por | Cultura Pop

SETLIST©Cacau Araújo

Comece os seus merecidos dias de descanso dando play nas sugestões musicas da redação do @portalFFW e dos nossos followers no Twitter — e bom fim de semana!

“Divine” – Sébastien Tellier (Camila Yahn @pensemoda)

“I Don’t Want Love” – The Antlers (Augusto Mariotti @augustomariotti)

“Should I Stay or Should I Go” – The Clash (Cacau Araújo @cacau_araujo)

“Turning Tables” – Adele (Stephanie Noelle @hello_sunshine)

“Walking After You” – Foo Fighters (Sarah Lee @lepretzel)

“We Need a Myth” – Okkervil River (Juliana Knobel @juknobel)

“Clair de Lune” – Claude Debussy (Eduardo Viveiros @quartopiso,  editor do @sitechic)

“Sparkling Diamonds” – Nicole Kidman (Leon Cavalcanti @NaCamacomLeon)

“The Look” – Metronomy (Francisco Ribeiro @thefrancisbacon)

Drops de música: Rock in Rio, Kylie Minogue, Buddy Holly e muito +!

06/05/2011

por | Cultura Pop

drops-de-música-ffw_________________________________________________________________________________________

A venda de ingressos para o Rock in Rio 2011 começa no sábado (07.05), no site oficial do evento e no ingresso.com. o valor é de R$ 190 (inteira) e R$ 95 (meia-entrada), sendo que a partir de 31 de maio, os preços sobem para R$ 220 (inteira) e R$ 110 (meia). Entre as atrações confirmadas para esta edição, que acontece entre os dias 23 de setembro e 2 de outubro no Parque Olímpico Cidade do Rock, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, estão: Elton John, Katy Perry, Rihanna, Coldplay, Snow Patrol, Metallica, Red Hot Chili Peppers, Sepultura, Angra, Marcelo Camelo, Céu, Arnaldo Antunes, Erasmo Carlos, Tulipa Ruiz e Tiê.

venda-de-ingressos-para-o-rock-in-rio-2011-começa-em-7-de-maioElton John é uma das atrações confirmadas do Rock in Rio 2011 ©Reprodução

_________________________________________________________________________________________

Nicki Minaj estrela seu novo clipe “Super Bass” toda trabalhada no neon: as cores vibrantes aparecem em suas roupas, acessórios, lingeries… e claro, nas perucas. Aliás, vocês viram a matéria que o FFW fez sobre a cabeleira da cantora?


_________________________________________________________________________________________

Aproveitando a popularidade de “Glee”, os produtores do seriado anunciaram que uma versão filmada das turnês do grupo será lançada nos cinemas em versão 3D. O longa, que provavelmente terá o nome “Glee! Live! 3D!”, será gravado durante apresentações do Glee na América do Norte, e terá participação de todos os membros do elenco fixo.

glee-vai-lançar-filme-em-3d-em-2011“Glee”: das telinhas para os palcos — e para as telonas ©Reprodução

_________________________________________________________________________________________

Já viu o clipe da música “Judas”, da Lady Gaga? Em uma interpretação bastante literal da letra da canção, o vídeo traz tantas referências à história bíblica de Jesus e Judas que fica difícil acompanhar o ritmo; veja você mesmo:


_________________________________________________________________________________________

Beyoncé e Bruno Mars gravaram um faixa intitulada “Lift Off”, que de acordo com informações da MTV norte-americana, deve ser o próximo single do esperado álbum “Watch The Throne”, trabalho conjunto de Jay-Z e Kanye West. O projeto, que começou a ser produzido em agosto de 2010, ainda não tem data oficial de lançamento.

jay-z-e-kanye-west-vao-lançar-album-colaborativoJay-Z e Kanye West: altas expectativas ©Reprodução

_________________________________________________________________________________________

Lembra quando o FFW falou do fenômeno Rebecca Black, cujo single de qualidade musical duvidosa “Friday” bateu a marca de 130 milhões de visualizações no YouTube? Pois é, a cantora Katy Perry resolveu fazer uma homenagem ao “hino à sexta-feita”, interpretando uma versão da música durante um show na Austrália! Confira o resultado:


_________________________________________________________________________________________

Kylie Minogue confirmou que um musical baseado em sua vida e com músicas de várias fases de sua carreira está atualmente em pré-produção e deve estrear em 2012, provavelmente em Londres. Ela afirmou ao jornal irlandês “Evening Echo” que está avaliando ideias para o show com seu colaborador e stylist William Baker.

musical-baseado-na-vida-de-kylie-minogue-está-sendo-produzidoKylie Minogue vai virar musical em Londres ©Divulgação

_________________________________________________________________________________________

Paul McCartney, Cee Lo Green, Patti Smith e Julian Casablancas são só alguns dos nomes que tiveram participação confirmada no álbum tributo a Buddy Holly, que terá 19 faixas clássicas do roqueiro reinterpretadas por artistas de peso. O trabalho tem previsão de lançamento para o dia 28 de junho nos Estados Unidos e já teve a lista de músicas divulgada — confira logo após o vídeo da performance ao vivo de Buddy Holly no Arthur Murray Dance Party, em 1957:

“Evening EchoDearest” – The Black Keys

“Every Day” – Fiona Apple & Jon Brion

“It’s So Easy” – Paul McCartney

“Not Fade Away” – Florence + The Machine

“(You’re So Square) Baby, I Don’t Care” – Cee Lo Green

“Crying, Waiting, Hoping” – Karen Elson

“Rave On” – Julian Casablancas

“I’m Gonna Love You Too” – Jenny O.

“Maybe Baby” – Justin Townes Earle

“Oh Boy” – She & Him

“Changing All Those Changes” – Nick Lowe

“Words Of Love” – Patti Smith

“True Love Ways” – My Morning Jacket

“That’ll Be The Day” – Modest Mouse

“Well… All Right” – Kid Rock

“Heartbeat” – The Detroit Cobras

“Peggy Sue” – Lou Reed

“Peggy Sue Got Married” – John Doe

“Raining In My Heart” – Graham Nash

Aquecimento da SPFW começa com entrada de novos parceiros

06/05/2011

por | Moda

a-entrada-da-edição-passada-do-spfwA entrada da edição passada do São Paulo Fashion Week ©Juliana Knobel

Depois de dar o start para o Fashion Rio com as mudanças no line-up, agora é a vez de começar o aquecimento da São Paulo Fashion Week.

A edição comemorativa dos 15 anos do evento vem cheia de novidades, a começar pela entrada de novos parceiros importantes, que irão ocupar a Bienal com ideias, espaços e ações.

A Nestlé tem participação institucional e com mais duas marcas de seu portfólio. Em sua primeira grande participação no evento, a empresa terá um lounge só seu para receber convidados e fazer experimentações de produtos.

Quem também está presente nesta edição é a marca Chilli Beans, que tem uma história surpreendente de sucesso. Hoje uma das grandes empresas voltadas para o segmento de óculos no Brasil, a CB está criando ações estratégicas para a semana de moda. Certamente podemos esperar por algo inovador e divertido, duas características da marca.

Outra empresa que também tem motivos para comemorar é a Mini Cooper, que celebra seus dois anos no mercado brasileiro. Responsável por colocar nas ruas paulistanas seus carros pequeninos, charmosos e coloridos, a Mini também prepara ações focadas para a SPFW.

Aguardem mais novidades. Aliás, isso é coisa que não vai faltar nessa edição!

A SPFW acontece de 13 a 18 de junho.

novos-parceiros-do-spfw

Tags:

Designer de joias Jack Vartanian fala sobre o momento da marca no exterior

06/05/2011

por | Moda

joias-jack-vartanianAs joias de Jack Vartanian ©Divulgação

No clima do Dia das Mães, o designer de joias Jack Vartanian preparou uma coleção especial chamada “Eterna”. Com diamantes, rubis, safiras e esmeraldas entre as pedras escolhidas para criar a linha, Jack avisou que elegeu os materiais para criar peças atemporais, “que possam ser passadas de mãe para filha”, afirmou o designer.

É certo que, numa festa de famosos brasileiros, um bom número de atrizes e modelos estarão usando suas peças. Nos últimos anos, o alcance das joias do paulistano foi além, e elas aparecem enfeitando estrelas de Hollywood. O negócio da joalheria está no sangue. Jack viajava com o pai atrás de pedras preciosos e seu irmão, Ara, também tornou-se joalheiro.

Em entrevista ao FFW, Jack Vartanian fala sobre suas inspirações e escolhas, de como suas peças chegaram ao exterior e quem ele gostaria que usasse suas criações. Confira.

jack-vartanianJack Vartanian ©Divulgação

Como você começou a trabalhar com joias?

Cresci no meio das pedras, viajava o mundo com meu pai em busca das melhores matérias primas. Em 1999 decidi criar a minha marca e com ela expor meu próprio estilo de design.

Quais suas inspirações para criar?

Viagem, cinema e cotidiano. Qualquer coisa pode inspirar, desde um detalhe de um móvel ou simplesmente uma pedra.

Como é feita a escolha de materiais?

Não existe uma regra, tudo depende da inspiração.

Várias famosas estrangeiras já apareceram usando suas peças, como foi este trabalho de internacionalização da marca? Considera-se um nome forte no exterior? Há um trabalho de exportação?

Em 2001 recebi o convite da loja Language, de Nova York. Logo depois comecei a vender na Barneys e em outras lojas de departamento em Chigaco e Boston. Neste momento as peças começaram a ser divulgadas na mídia. Em 2008 achei que era a hora de investir em uma loja própria na Madison Avenue para melhor atender anônimos e celebridades locais. Em 2008 a primeira a usar foi Cameron Diaz e depois, Kate Hudson e Demi Moore também viraram clientes e parceiras. Não me considero um nome forte no exterior, mas a intenção é essa.

hollywood-jackFamosas de Hollywood usam peças do designer brasileiro ©Divulgação

Quais suas peças e coleções favoritas?

Gosto de peças com pedras imponentes como diamantes, safiras e esmeraldas e rubis. Para este dia das mães criei uma coleção bem especial, reuni várias pedras excepcionais em uma única coleção: Eterna. São peças que podem passar de geração para geração.

Suas joias são feitas para que tipo de mulher?

Crio para mulheres de atitude, que buscam qualidade e um design contemporâneo.

Já fez alguma peça especial pensando em uma pessoa específica?

Sim. A coleção Teias teve inspiração no filme Avatar. A stylist da atriz Zoe Saldana pediu que eu desenhasse uma peça para ela usar no tapete vermelho. Ela não usou, mas a coleção foi um sucesso.

Quem ainda gostaria de ver usando uma peça com sua assinatura?

Michelle Obama.

Fanzine “Amarello” celebra arte sem preconceitos; e é gratuito!

06/05/2011

por | Cultura Pop

capa-amarelloCapa de “O Amarello” número 5 ©Divulgação

O fanzine trimestral “O Amarello” lançou sua quinta edição no último sábado (30.04). A revista, idealizada pelo publicitário e designer Tomas Biagi Carvalho, trabalha sempre sob um tema. Desta vez, o assunto que reúne artigos, entrevistas, fotografias e obras de arte é “transe”. “A ideia de fazer ‘O Amarello’ surgiu de uma conversa entre amigos, da vontade de fazer alguma coisa que a gente sentia falta no mercado editorial brasileiro”, ele contou ao FFW.

De distribuição gratuita em vários pontos de São Paulo (MiCasa, Surface to Air, Loja do Bispo e Instituto Tomie Ohtake são alguns dos endereços onde se pode garantir um exemplar), o fanzine permeia a cultura e arte contemporânea. “A ideia não é revelar novos talentos, é dar oportunidade para que gente talentosa que não tem onde mostrar seu trabalho possa fazer isso”, explica Tomas.

amarelloEditorial de moda com roupas de Pedro Lourenço ©Jair Lannes

A cada edição, novos colaboradores são chamados para participar do projeto. “No fim, o período de três meses é importante para que possamos coletar esse trabalho; é mais que uma revista, é quase um livro de referências”, explica. Esta edição conta com um ensaio de moda clicado por Jair Lannes e editado pela stylist Helena Sicupira, com looks de Pedro Lourenço.

A revista também traz uma sessão de fotos de Edouard Fraipont chamado “Tributo a Francis Bacon”, colagens de Fábio Gurjão, um artigo do cineasta Charly Braun sobre os bastidores de seu último filme, “Além da Estrada”, e uma entrevista com Henrique Oliveira, artista que causou polêmica na última Bienal com a obra “A Origem do Terceiro Mundo”, que permitia aos visitantes que entrassem em uma réplica de um órgão sexual feminino.

Edouard-Fraipont03Parte do ensaio “Tributo a Francis Bacon” © Edouard Fraipont

Para o lançamento do número cinco da revista, o convidado musical foi Thiago Pethit. “Para as próximas edições, queremos fazer uma projeção de um filme que tenha a ver com o tema da revista”, adianta Tomas. A expectativa do criador do fanzine é que isso possa acontecer pelo menos duas vezes ao ano.

Agyness Deyn ganha papel de stripper em remake de filme cult

agyness©Reprodução

Agyness Deyn está, de pouco em pouco, investindo em sua carreira de atriz. Depois de fazer uma aparição como Afrodite no filme “Fúria de Titãs” (o mesmo em que Natalia Vodianova fazia o papel de Medusa) — não se preocupe se você não a reconheceu, ela aparece apenas nas cenas deletadas — o próximo trabalho da modelo será interpretar uma dançarina erótica, em um remake de um clássico-cult de 1996, “Pusher”.

O filme detalha uma semana da vida de um traficante chamado Frank. Originalmente filmado em Copenhague, este remake será feito no bairro cool e artístico Shoreditch, em Londres, sob a direção de Luis Prieto. O diretor espanhol já ganhou o prêmio de “Melhor Narrativa” no Tribeca Film Festival pelo curta-metragem “Bamboleho”, em 2002, e “Menção Especial do Júri” no Festival de Veneza de 2001.

agyness_atrizAgyness como Afrodite ©Reprodução

Prieto, ao encontrar com Agyness, não sabia quem era ela, e escolheu a modelo com base em seu teste, que teria sido impressionante, e a colocou no papel de Flo, uma stripper de gênio forte que foge do país. O filme será produzido pelo diretor da primeira versão de “Pusher”, Nicolas Winding Refn.

Atriz parece ser a escolha para uma segunda-carreira de muitas “top models” — caminho que pode dar certo ou ser um completo desastre. Confira na galeria!

FFW Inspirações: Ricardo Athayde e sua “sucessora da PJ Harvey”

05/05/2011

por | Gente

abertura-ricardo-athayde-fala-sobre-hindi-zahra-no-ffw-inspiraçõesRicardo Athayde ©Barbara Dutra

Designer, ilustrador, DJ, músico e até aprendiz de chef, Ricardo Athayde, baterista da banda Stop Play Moon, é o entrevistado da vez da nossa seção FFW Inspirações, que descobre o que tem feito a cabeça dos criativos do mundo da moda e das artes.

Confira a dica do Ricardo nas palavras do próprio… e inspire-se!

“Descobri há pouquíssimo tempo a Hindi Zahra, uma cantora marroquina que me lembrou a Amy Winehouse. Não pela personalidade nem pelo som — ela não é louca e não tem a pegada soul, e sim, uma sonoridade com ar marroquino. Mas o estilo dela é muito singular, e quando ouvi, senti o mesmo que muita gente sentiu quando escutou a Amy pela primeira vez e pensou: “Isso é algo especial”. Ela é a sucessora da PJ Harvey no meu iPod.

abre-ricardo-athayde-fala-sobre-hindi-zahra-no-ffw-inspirações-2Hindi Zahra ©Reprodução

Ela é hiper contemporânea, e tem um estilo que conversa muito com o que eu faço, de misturar moda e música. Eu a descobri ouvindo uma rádio francesa que é muito legal, que eu escutava quando morava por lá; eles tocam de tudo, jazz, música brasileira, indiana, de tudo mesmo, desde que seja bom. A primeira música que eu ouvi dela foi a “Fascination”, que me conquistou logo de cara. Isso acontece com alguns artistas; às vezes você pega um CD do Radiohead que na primeira vez você não gosta muito, e só com o tempo vai assimilando. E às vezes você pega um Gnarls Barkley, que você se apaixona imediatamente.

Ouça a faixa “Fascination”:

Mas a minha preferida dela é “Beautiful Tango”. É uma coisa quase Feist, quase Cat Power, com essa sonoridade do violão que lembra o Beirut, só que mais cru. Os instrumentos são parecidos, mas o som é construído de uma forma diferente, simples, que não cansa como às vezes acontece com o Beirut. Ouvindo essa música eu vi que o repertório dela é maior, porque é bem distinta da “Fascination”, que tem uma pegada cigana, e comecei a entender a essência do disco.

Assista à performance ao vivo de “Beautiful Tango”:


Pra mim o que importa não é só a música, é o conjunto: o comportamento, a maneira como o artista se veste, como são as apresentações no palco. O que me aproxima de primeira é a sonoridade, mas daí eu escuto o álbum inteiro pra saber se há uma unidade; às vezes uma música é boa, mas o resto não tem nada a ver. Só depois de avaliar isso eu parto para a parte de pesquisar, descobrir a vida do artista. E vou procurar mais sobre a Hindi Zahra. O que chama a atenção nela não é a magnitude do pop, é a maneira como ela usa a voz. É muito especial”.

+ Saiba mais sobre Hindi Zahra no site oficial da cantora

João Pimenta leva a moda para a dança e a dança para a moda

05/05/2011

por | Sem Categoria

PARAISO PERDIDO - Jorge Etecheber - sao jose 2011 016Imagem do espetáculo “Paraíso Perdido” ©Jorge Etecheber/Divulgação

Pouco tempo antes de mostrar sua coleção na SPFW, que começa no dia 13 de junho, o estilista João Pimenta se joga em um projeto tão trabalhoso quanto.

João assina o figurino do espetáculo “Paraíso Perdido”, do Balé da Cidade, que estreiou  na quinta, 05.05. A dança é coreografada pelo bailarino grego top Andonis Foniadakis.

Essa não é a primeira vez que o estilista trabalha com dança contemporânea, mas certamente, é a primeira desta envergadura. “É muita gente, muito figurino, tudo super bem elaborado… Deu bastante trabalho”, diz ao FFW.

bosch-garden-of-earthly-delights“O Jardim das Delícias”, de Bosch, o ponto de partida do Balé da Cidade ©Reprodução

O ponto de partida do coreógrafo – e de toda a equipe – é a obra “O Jardim das Delícias”, um dos mais conhecidos do artista Hieronymus Bosch (1450 – 1516). João estudava, tinha as ideias e então mostrava para Andonis via Skype. E assim foi, até o coreógrafo chegar a São Paulo. Figurino aprovado, eles tiveram apenas 20 dias para produzir tudo. Melhor dizendo, 20 dias para produzir 140 figurinos ultra elaborados. “Trabalhamos com o surreal, com modelagens diferenciadas, muitas plumas, bordados, rendas. O processo exigiu muito da parte criativa e da execução”, ele conta.

Agora, com o trabalho concluído, além de alívio, Pimenta sente orgulho de ter participado do projeto e da convivência, mesmo que rápida, com um coreógrafo de nível internacional: “Achei que seria complicado no início, mas estávamos na mesma linguagem e ele tem um super know-how, que deixa a gente seguro”.

Andonis aproveitou algumas pitadas das coleções de João Pimenta, já que o estilista também aborda questões que aparecem no trabalho de Bosch, como a religiosidade e a sexualidade, bem visíveis em “O Jardim das Delícias”.  “O espetáculo também tem homens vestidos de freiras, saias plissadas… Aproveitamos muitas ideias de desfiles passados. Acho que foi a visibilidade do evento (SPFW) que fez com eles enxergassem que eu poderia executar esse trabalho”, João opina.

PARAISO PERDIDO - Jorge Etecheber - sao jose 2011 042Imagem do espetáculo “Paraíso Perdido” ©Jorge Etecheber/Divulgação

Agora, Pimenta segue o caminho inverso e leva sua experiência no ballet para sua coleção de Verão, que ele mostra em junho: “A pesquisa que fiz serve pro meu trabalho de moda. Essa experiência com a dança me deu vontade de fazer uma coisa relacionada ao conforto, às necessidades do corpo. Estou focando muito na roupa e pela primeira vez estou pensando na estação. A coleção tem uma fluidez, lida com a questão da leveza, do corpo. Estou pensando no verão mesmo.”

Paraíso Perdido
De 5 a 8 de maio de 2011
Sesc Vila Mariana
Informações: (11) 5080-3000

Exclusivo WGSN: calças masculinas de shapes amplos conquistam as ruas

05/05/2011

por | Moda

ABRE-CALCASEstilosos na rua experimentam novas modelagens de calça ©Reprodução/WGSN

Para quem acredita que não há muitas opções de modelagens variadas na moda masculina, um compilado do WGSN mostrou as principais tendências só pra eles nos modelos de calças que passeiam pelas ruas de Tóquio, Paris, Nova York e outras cidades.

Os estilos cheios de volume estão ficando populares, em tecidos leves, como as calças ‘parachute’ e as de trilha ou em calças mais pesadas, com pernas largas, num shape que lembra um pouco o dos rappers dos anos 90. Elas vêm com gancho bem baixo, com jeito de calça harém, mas com pegada mais urbana.

calca-haremModelos bem amplos para eles ©Reprodução/WGSN

As calças tipo chino (essas mais soltinhas, geralmente em tons de marrom e bege) ganharam um jeitão mais relaxado e agora estão mais folgadas, amplas.Versões jeans e em tons escuros também renovam o modelo.

calca-chinoPara completar o estilo da calça chino, barra dobrada ©Reprodução/WGSN

A cargo (aquele tipo de calça que geralmente vem com bolsos laterais) está com os bolsos ainda maiores e com um quê de calça de corrida, como os elásticos no tornozelo, que deixam os looks mais frescos.

calca-cargoPara completar o estilo da calça chino, barra dobrada ©Reprodução/WGSN

Outra modelagem que ganhou as ruas é um modelo mais ajustado, com cara de vintage. Nada muito justo, mantendo a cara de confortável, mas nada largo demais, como as calças harém. Bem básico, o modelo mais comum e atemporal de todos.

calca-fitCalças em modelagem mais clássica, mas também com barra dobrada ©Reprodução/WGSN

Um truque em comum nas calças dos estilosos pelo mundo é a barra da calça dobrada. Será que as modelagens diferentes — e o truque da dobra — colam por aqui? Se depender dos meninos antenados que, já há algum tempo, vêm dobrando as barras da calça, essa é uma moda que vai pegar.

Imagens icônicas de Mick Jagger ganham exposição e livro de fotos

05/05/2011

por | Cultura Pop

abre-mick-jagger-ganha-livro-de-fotos-e-vira-exposição-em-londresMick Jagger em 1967 ©Reprodução

Retratos de Mick Jagger que documentam o seu início de carreira poderão ser vistos na National Portrait Gallery, em Londres, até o dia 27 de novembro, com 12 fotos que incluem os primeiros registros de Jagger pelas lentes do renomado fotógrafo Cecil Beaton, em 1967. “Eu estava fascinado pelas curvas do corpo dele. Mick era um fenômeno raro”, Beaton escreveu em seu diário, definindo: “Eu o levei para o meio das árvores e tirei fotos no sol do meio-dia. Ele era sexy e inocente ao mesmo tempo. Ele poderia ser um eunuco”.

Mas se você não puder dar um pulo na terra da Rainha para conferir “Mick Jagger: Young in the 60s”, não tem problema – afinal, a pequena exposição é só um aquecimento perto do livro que contém essas mesmas fotografias e muito mais. “Mick Jagger: The Photobook”, editado pela Thames & Hudson, mostra a sua evolução de jovem ambicioso a instituição do rock ao longo de quase 50 anos, com 72 imagens registradas por nomes diversos: Herb Ritts, Andy Warhol, Peter Lindbergh, Annie Leibovitz e Karl Lagerfeld são apenas alguns dos ilustres fotógrafos.

François Hébel, responsável pela organização do livro, reconhece que a publicação deve agradar os seguidores de Mick Jagger, mas afirma que tem um propósito mais amplo: “Apesar de certamente esperarmos que esta coleção emocione os fãs do Mick, ela foi pensada primordialmente como um livro de fotografia. O rosto dele conta a história de 50 anos de retratos, falando sobre a nossa relação com celebridades, a evolução da moda e a criação de uma estética do rock. Conforme caminhamos ao longo dos anos, quase podemos ouvir a música”, ele garante.

“Mick Jagger: The Photobook”, já está à venda e custa £ 14,95 no site da editora Thames & Hudson.

Veja algumas das imagens do livro:

Nova marca de design sustentável, Casco cria acessórios rústicos para iPhone

05/05/2011

por | Techno

casco1Cases ecológicos para iPhone ©Divulgação

Para quem é viciado nos gadgets criados pela turma de Steve Jobs — e ainda flerta com a ideia de sustentabilidade — a Casco, da dupla Tatiana Sobral e Lucio Kanonenko, pode ser uma opção bacana. As capas feitas de bambu natural prometem proteger iPhones nos modelos 3Gs e o novo 4 da poeira e de arranhões. As peças  podem ser lisas ou com gravações de desenhos como árvores e pássaros, e custam entre R$ 89 e R$ 119.

A proposta da marca é “criar o novo sem destruir o que existe”, unindo forma, cor e usabilidade. Segundo o site oficial da Casco, a empresa ainda cuida de realizar estudos de impacto e resíduos dos processos de produção de cada objeto. Legal, não?

casco2Cases ecológicos para iPhone ©Divulgação

Outro produto criado por eles é o Woody, um dock (espécie de adaptador com caixa de som) para iPod. Tatiana disse ao FFW que a ideia para criar a Casco veio de uma viagem ao Japão. “Passei por várias lojinhas de design e vi muita coisa feita em madeira. Na volta, decidi que queria criar um som de madeira. Fui procurar alguém para fazer isso comigo e encontrei o Lucio”, contou. Os Woodys da Casco tem preço entre R$ 1.300 e R$ 3.500.

woodysOs Woodys servem como caixa de som para iPod ©Divulgação

E por que trabalhar com os produtos da Apple? Tatiana explica “nossa ideia é misturar o tecnológico do iPhone e do iPod com o rústico da madeira”. A dupla pretende lançar outros produtos ainda este ano, inclusive com materiais da Fibra Design, empresa que fornece material de design “bem legais”, segundo Tatiana.

Para comprar os produtos da Casco (todos feitos em material 90% biodegradáveis) , há uma loja online. Quem estiver em São Paulo, pode conhecer os itens de perto na Choix (rua Artur Ramos, 181 loja 1, 11- 2649-4265).