04.01.2012 / Moda / por

Conheça cinco modelos apostas que são a cara da diversidade brasileira

As cinco apostas que representam a diversidade cultural brasileira ©Rogério Cavalcanti

Em clima de esquenta para a temporada de moda brasileira Inverno 2012, que tem como pano de fundo a construção da identidade nacional, o FFW foi conhecer cinco dos representantes dessa identidade e diversidade cultural que  o Brasil quer apresentar ao mundo.

Se a história de um país é escrita pelo seu povo, o povo brasileiro escreve-a de uma forma sem igual.

As influências da colonização do Brasil deram ao país uma riqueza cultural e uma diversidade incomparável. Se no Rio de Janeiro e arredores como Paraty e Petrópolis podemos ver uma influência portuguesa clara, já no sul do país, Rio Grande do Sul, por exemplo, a influência é majoritariamente alemã. A atual modelo mais bem paga da indústria da moda, Gisele Bündchen – quem mais poderia ser – ainda chegou a aprender alemão no colégio que frequentava. Isso sem falar na maior colonia de japoneses fora do Japão, no bairro paulistano da Liberdade e da forte imigração italiana no Sul e Sudeste do país.

Fotografados por Rogério Cavalcanti, os modelos Hiago Paulino, Daniel Wollmer, Ramon Pereira, Iago Santibañez e David Martins estão entre as apostas das passarelas para esta temporada e falam um pouco sobre os seus sonhos e a sua carreira.

Hiago Paulino

©Rogério Cavalcanti

A sua mãe nasceu em Goiânia no estado de Goiás e Hiago nasceu na cidade do pai, Natal, no Rio Grande do Norte, onde em 2008 venceu o Elite Model Look.

No seu sangue corre influência de índios, negros e ciganos, daí o seu sonho de conhecer novas culturas.

Idade: 19

Há quanto tempo trabalha como modelo: Quatro anos.

Como entrou nessa profissão: Fui vencedor do concurso Elite Model Look 2008 no Rio Grande do Norte.

O que gostaria de fazer se não fosse modelo: Gosto muito de tudo que está relacionado à fisiologia, provavelmente estudaria medicina.

Sonhos: Alcançar meus objetivos como modelo, viajar e conhecer novas culturas e um dia enfim fazer faculdade de medicina.

Daniel Wollmer

©Rogério Cavalcanti

Nasceu na Suíça, em Nyon e os seus pais são ambos de São Paulo.

Tens ascendentes alemães, uma carreira com presenças internacionais e adora viajar!

Idade: 19 anos

Trabalhos anteriores: Desfile Missoni exclusivo (Milão), campanha e vídeo Daniele Fiesoli (Milão), catálogo Pirelli sapatos (Milão), catálogo Cavalera.

Há quanto tempo trabalha como modelo: Um ano e meio.

Como entrou nessa profissão: Minha tia (Adriana Mattoso) que é uma ex top sempre quis me apresentar nesse meio, e há um ano e meio resolvi entrar  em uma convenção de modelos onde fui o melhor classificado e entrei na 40graus Models do Rio, logo depois Joy e Mega.

O que gostaria de fazer se não fosse modelo: alguma profissão que me fizesse viajar muito igual à de modelo! Talvez algo ligado a publicidade/propaganda.

Sonhos: ser reconhecido como modelo e trabalhar com fotógrafos como Steven Klein, entre outros, e marcas como Gucci, Prada, Dolce & Gabbana, Givenchy, etc…

Ramon Pereira

©Rogério Cavalcanti

Ramon nasceu em São Paulo, os seus pais são ambos de Brumado, na Bahia. Tem sangue índio e negro e sonha um dia ser representante da beleza negra brasileira. Podemos dizer que ficaríamos bem representados.

Idade: 21

Trabalhos anteriores: Campanha Malwee verão, desfiles Osklen e Mario Queiroz (estréia no SPFW); editoriais: revista “Mag”, revista “Daslu” e revista “Junior”.

Há quanto tempo trabalha como modelo: Há um ano.

Como entrou nessa profissão: Concursos e indicação de amigos.

O que gostaria de fazer se não fosse modelo: Trabalharia com informática ou comércio exterior.

Sonhos: Conseguir meu espaço no mercado da moda, mostrar meu potencial para o mundo, mostrar a beleza negra brasileira.

 

Iago Santibañez

©Rogério Cavalcanti

Iago tem ascendência chilena e alemã – a sua mãe nasceu em Itajaí, Santa Catarina, e o seu pai em Santiago no Chile. A mistura maravilhosa está à vista, tanto que os seus três anos de carreira já foram preenchidos por desfiles de várias marcas brasileiras.

Idade: 18 anos

Trabalhos anteriores: Desfiles Fashion Rio e SPFW – Colcci, Osklen, Redley, British Colony, Alexandre Herchcovith, Amapô.

Há quanto tempo trabalha como modelo: Três anos.

Como entrou nessa profissão: Fui abordado por um scouter no show da banda de rock Evanescence.

O que gostaria de fazer se não fosse modelo: Gostaria de ser fotógrafo.

Sonhos: Ter uma carreira brilhante não só nas passarelas como em qualquer profissão que trabalhar depois que parar de modelar.

David Martins

©Rogério Cavalcanti

A sua mãe é de Belém do Pará e o seu pai de Macapá no estado do Amapá. Nasceu em São Luís do Maranhão e tem veia portuguesa, o que faz com que o seu sonho seja conhecer o mundo.

Idade: 19 anos

Trabalhos anteriores: Campanha Rockstter e desfiles Fashion Rio e SPFW – Colcci, Lino Villaventura, João Pimenta,  Blue Man, Coca-Cola Clothing, Reserva,  Alexandre Herchcovith.

Há quanto tempo trabalha como modelo: Um ano.

Como entrou nessa profissão: Fui abordado por um maquiador na minha cidade e apresentado por ele à agência de modelos Mega.

O que gostaria de fazer se não fosse modelo: Seria empresário.

Para quem vai desfilar: Estou indo para Milão fazer castings lá.

Sonhos: Viver tudo o que a carreira possa me oferecer. Conhecer o mundo!!!

 

Fotógrafo: Rogério Cavalcanti; Styling: Larissa Lucchese; Beleza: Bruno Miranda (CAPA management); Agência: Mega Models Brasil; Agradecimentos: Jeans – Levis 501 / Camisas: Osklen, ELLUS e Richards / Sandálias: Havaianas


Relacionadas