19.10.2012 / Moda / por

Produção sustentável

O designer Gustavo Silvestre ©Divulgação

Gustavo Silvestre tem 35 anos e é de Recife. Formado em moda pelo SENAC e pela La Accademia em Florença, ele apresenta as suas coleções na Casa de Criadores desde 2004, e vem desenvolvendo trabalhos em crochê, técnica artesanal pela qual se apaixonou. Apesar de ter tido contato com a técnica durante toda a sua vida, foi só no início deste ano, quando teve a sua primeira aula, que Gustavo se envolveu totalmente com essa arte.

“Tenho contato com trabalhos manuais desde criança, vendo minhas avós e minha mãe executando artesanato, bordados, e principalmente o crochê. Venho empregando técnicas artesanais em todas as minhas coleções, inclusive já havia usado bastante a mão-de-obra de crocheteiras. Mas foi só no início deste ano que tive minha primeira aula de crochê e me apaixonei; de lá pra cá não parei mais de fazer”, diz em entrevista ao FFW.

Vestido em crochê de Gustavo Silvestre ©Divulgação

As pulseiras que desenvolve com crochê e pedraria chamam a atenção pelo seu trabalho minucioso e pelo seu design original. Mas não só. Os seus esforços para realizar uma produção sustentável são também um forte atrativo, foco que usa no seu trabalho como arma de combate ao consumismo. “Esta aproximação dos trabalhos manuais, junto com a percepção das consequências do atual consumismo inconsciente, me fez buscar uma produção cada vez mais sustentável”, diz ao FFW. Nomes como Chiara Gadaleta e a maquiadora Vanessa Rozan já carregam nos pulsos as criações de Gustavo. Os preços das pulseiras vão de R$ 180 a R$ 720, dependendo da pedra e da trama e para mais informações, o e-mail de contato é gustavo.silvestres@gmail.com.

Alguns modelos de pulseiras em crochê e pedraria de Gustavo Silvestre ©Divulgação

O seu trabalho é conhecido por um grupo de clientes pequeno e seleto – Gustavo não tem loja e deixou de trabalhar com multimarcas. “Não estou mais trabalhando com  multimarcas, pois acho o mark up muitas vezes abusivo, os preços ficam exorbitantes”, confessa. “Estou desenvolvendo meu site e e-commerce e, por enquanto, me dedico às vendas via Facebook”, acrescenta. No futuro, Gustavo pretende continuar com a sua marca desenvolvendo peças “extremamente pessoais e exclusivas”, segundo suas próprias palavras.

Atualmente, as técnicas artesanais preenchem totalmente a sua vida, quer seja nas suas criações, nas consultorias que presta a outras marcas, nas suas oficinas ou projetos de capacitação. Gustavo participa também de projetos de pesquisa e produção para o site comandado por Chiara Gadaleta, Ser Sustentável com Estilo, que promove atividades e ações utilizando a moda como agente transformador. Entre os seus trabalhos mais recentes estão os projetos que desenvolveu junto com Gadaleta, como a curadoria e produção da SP.ECOERA, e a coordenação de toda a parte de estilo do projeto Mix by Brasil da Assintecal, em que visitaram comunidades de artesãos por todo o país, levando design e capacitação.

Para conhecer melhor o trabalho de Gustavo Silvestre, veja abaixo o vídeo de apresentação da sua coleção de Verão 2012, que tem como proposta a moda sustentável com criações de peças feitas a partir de materiais descartados e restos de tecidos, estrelado por Chiara Gadaleta:

Veja na galeria abaixo algumas das pulseiras de crochê + pedrarias criadas por Gustavo Silvestre:


Relacionadas