Apostas brasileiras

24/04/2012

por | Moda

©Andreia Tavares/FFW

Se o Brasil está “na moda”, como se diz pelo mundo, produzindo cada vez mais conteúdo e atraindo cada vez mais os olhos atentos de grandes personalidades da moda, da arte e do design, não é por acaso. Em feiras de design, desfiles internacionais, capas de discos pop, livros, fotografias e moda, a criação do nosso país é levado além mar, apreciado e reconhecido, criticado e aclamado.

O FFW foi conhecer os novos talentos brasileiros nas áreas de fotografia, direção de arte, styling, modelos e beleza, que tem se destacado e que serão os grandes profissionais de amanhã.

FOTOGRAFIA

Jonathan Wolpert, 19 anos, Recife, PE

©Jonathan Wolpert

Há quanto tempo atua na área:  Trabalho com fotografia de moda desde que completei 16 anos, então faz quatro anos.
Trabalhos mais marcantes:  Considero os meus trabalhos mais marcantes aqueles que pude liberar minhas idéias, como o Chá Macabro, os shootings que fiz com a Bruna Tenório  e o meu editorial mais recente (e um dos favoritos), o In Bloom, exclusivo para o Ben Trovato.
Novos projetos:
  Atualmente sou editor-chefe da revista online Brainstorm Mag e estamos caminhando pra nossa quarta edição, onde vou assinar a capa e o editorial principal. Também estou começando a viajar pra alguns lugares do Brasil para falar um pouco sobre meu trabalho e as técnicas que desenvolvi, já que nunca tive a oportunidade de fazer nenhum curso de fotografia.
Sonho de carreira:  Eu sonho em um dia fotografar grandes campanhas nacionais e internacionais e poder fotografar também a capa e recheio de grandes publicações nacionais, acredito muito no nosso país e na moda brasileira, não temos mais motivos pra achar nada nosso inferior, tudo que temos é de grande qualidade e as vezes até mesmo qualidade superior ao que vemos lá fora.
Inspirações e influências: Como ex-estudante de cinema, sou muito influenciado pelos filmes, desde o seu enredo até a fotografia em si. Diretores como Xavier Dolan, Christophe Honoré e Guillermo Del Toro me inspiram muito, assim como as músicas da Karin Dreijer (como The Knife ou Fever Ray).
O que distingue seu trabalho? Qual é a sua assinatura?
Meu trabalho se diferencia pelo fato de ter uma identidade um pouco obscura sem perder o tom jovem. Acho que minha “assinatura” nas fotografias é o uso de tons pretos fortes e uma atmosfera fria e jovem, atual.

Facebook: facebook.com/jonathan.wolpert1
Twitter: @jonwolpert
Flickr:
  flickr.com/photos/jonathanwolpert/
Site: www.jonathanwolpert.com

©Jonathan Wolpert

©Jonathan Wolpert

©Jonathan Wolpert

Ítalo Gaspar, 22 anos, Volta Redonda, RJ

©Ítalo Gaspar

Há quanto tempo trabalha: Trabalho a uns quatro anos, mas fotografando sozinho há apenas dois anos
Trabalhos mais marcantes:
 Tem vários, acho que sempre o último trabalho é o mais marcante, pois a cada novo trabalho tento melhorar e fazer algo diferente. Atualmente seria o editorial para “Coitus Magazine”, por ser uma revista que eu gosto muito e por ter sido o único fotógrafo brasileiro da ediçao. Fiquei muito feliz.
Sonho de carreira: 
Pode parecer clichê, mas é ter meu trabalho reconhecido e melhorar­ cada vez mais.
Inspirações e influências:
Há pouco tempo ganhei um livro do Mark Morrisroe de presente, depois disso começei a pesquisar mais sobre ele e tem sido um fotógrafo que tem me inspirado, o trabalho dele tem algo que eu gosto muito, que é o natural.
O que distingue seu trabalho? Qual é a sua assinatura? 
Os meus trabalhos são bem naturais, não gosto de nada muito plástico, gosto de mostrar o mais natural possível no modelo, mas ainda estou em busca de uma identidade, acho que esse é um processo muito longo.

Facebook:facebook.com/italogaspar
Twitter:
  @ItaloGaspar
Tumblr:
 
italogaspar.tumblr.com

©Ítalo Gaspar

©Ítalo Gaspar

©Ítalo Gaspar

Michelle Rue, 26 anos, Suzano, SP

©Michelle Rue

Há quanto tempo trabalha:  Trabalhei uns quatro anos como assistente. Já fotografando sozinha não tem nem um ano
Trabalhos mais marcantes:  O próximo é sempre o mais marcante.
Novos projetos: Meus projetos atuais sao os meus ensaios que faço cada vez que consigo conciliar vida pessoal e tempo. Também tenho meus projetos a longo prazo: Quero fazer curtas que tenham estética de editorial de moda. Nao tem nada a ver com linguagem de making of ou de vídeos de publicidade de moda. São pequenos filmes com histórias mesmo, mas com um cuidado maior na estética.
Sonho de carreira:  Ter a possibilidade de imprimir o meu estilo nos meus trabalhos e ser reconhecida por isso.
Inspirações e influências: Cinema, histórias de vida, música.
O que distingue seu trabalho? Qual é a sua assinatura?
Gosto de fotos com algum mistério, alguma historia por trás, não sei se minhas fotos tem isso…

Facebook: facebook.com/michelle.rue1
Tumblr: michellerue.tumblr.com

©Michelle Rue

©Michelle Rue

©Michelle Rue

Vitor Pickersgill, 25 anos, Sao Paulo, SP

©Vitor Pickersgill

Há quanto tempo trabalha:   Fiz quatro anos de assistência para o André Schiliró. Antes fui também assistente do Maurício Nahas, Pedro Dimitrow e Max Schendel. Estou solo há um ano.
Trabalhos mais marcantes:  Um dos trabalhos mais marcantes foi a capa do especial “ELLE Rio-à-Porter”, e  a última capa da “U Mag”.
Novos projetos:
  Tenho um projeto em que fotografo em cemitérios vários túmulos, que não tem muito a ver com fotografia de moda.
Sonho de carreira: Conseguir fazer sempre um trabalho melhor que o outro, e trabalhar muito.
Inspirações e influências: A música me influencia muito, é lá onde busco inspiração, assim como cinema. Tenho alguns fotógrafos que me influenciam, como Annie Leibovitz Nick Knight, Steven Klein, Terry Richardson, Juergen Teller… 
O que distingue seu trabalho? Qual é a sua assinatura?
No meu trabalho gosto de misturar a sofisticação, mas sempre com simplicidade, procuro fazer uma luz mais sóbria sem muita invenção. Simples e ao mesmo tempo chique, e com personalidade. Acho que minha marca é sempre uma luz mais dura e contrastada, é o que eu acho que distingue o meu trabalho.

Facebook:  https://www.facebook.com/vitor.pickersgill
Tumblr: http://vitorpickersgill.tumblr.com/

©Vitor Pickersgill

©Vitor Pickersgill

©Vitor Pickersgill

Tavinho Costa (Luiz Otávio Ramos Costa), 31 anos, Florianópolis 

©Tavinho Costa

Há quanto tempo trabalha:  Há seis anos com moda e há quatro com fotografia. Comecei fazendo ilustrações para o Jum Nakao por um ano, depois vim para São Paulo e fiz direção de arte para moda em duas agências (Gas e PRCOM) só então fui trabalhar com fotografia como assistente do fotógrafo Jacques Dequeker por 4 anos. Deixei de fazer assistência pro Jacques em janeiro de 2012 e agora comecei minha carreira solo.
Trabalhos mais marcantes:  Em moda, fiz coisas legais com marcas como Triya e NK Store. Em projetos pessoais fiz um ensaio sobre a construção do metrô em SP e tenho um projeto chamado Faces, em que faço retratos não autorizados em diversas cidades do mundo.
Novos projetos:  Estou bem entusiasmado com o new aesthetic, um movimento que promove erros, corrompe artefatos digitais propositalmente. Já faz um tempo que queria experimentar e estou preparando um editorial que flerta bastante com isso.
Sonho de carreira:  Gosto muito de pensar que a longo prazo poderia participar de projetos tão bem estruturados e conduzidos como os que o fotógrafo Tim Walker participa, a metodologia ali, no meu ponto de vista, é especial.
Inspirações e influências: Helmut Newton, Gregory Crewdson, Nick Knight, Michel Gondry, William Gibson, Phillip K Dick, Sølve Sundsbø, e trabalhei recentemente com amigos em projetos diversos. Com o Del Reginato, diretor de cinema e que juntos já fomos indicados duas vezes ao VMB por clipes que fizemos. Com o Dimitre Lima, designer e precursor em programação aplicada nas artes gráficas e Rodrigo Ohtake, arquiteto, fizemos juntos uma exposição de fotografia 3D em arquitetura.
O que distingue seu trabalho? Qual é a sua assinatura? 
A multidisciplinaridade, tanto na pesquisa de pré-produção quanto na escolha de formato, técnica e meio. Também procuro sempre dar ênfase narrativa.

Facebook: facebook.com/tavinhocosta
Twitter:  twitter.com/tavinhocosta
Tumblr: tavinhocosta.tumblr.com / humanseehumando.tumblr.com
Flickr: flickr.com/tavinhocosta

©Tavinho Costa

©Tavinho Costa

©Tavinho Costa

DIREÇÃO DE ARTE

Romeu Silveira, 23, Itajaí, SC

©Romeu Silveira

Há quanto tempo trabalha: Há sete anos.
Trabalhos mais marcantes:  As colagens/intervenções que eu fiz a pedido da “Dazed & Confused” usando a edição de março da revista, os composites da agência Way para o inverno 2011, as colagens do projeto Pop Of The Trench da revista “Pop” com a Burberry, as colagens que fiz pro catálogo de Verão 2012 da Ellus, o editorial Summer Visitors que fiz para o FFW, a última edição da U+MAG… (N.R.: Romeu foi diretor de arte no FFW até fevereiro de 2012; é criador da revista virtual U+Mag)
Novos projetos: A nova edição da U+MAG que sai em maio, colagens para a edição comemorativa de uma revista francesa, e a L’Officiel Brasil, onde sou consultor criativo.
Sonho de carreira: Continuar trabalhando, sempre.
Inspirações e influências: Neville Brody, Peter Saville, Giovanni Bianco, Fabien Baron, George Lois, M/M Paris, Bea Feitler, revistas antigas, livros, fanzines (sou apaixonado), filmes antigos, capas de discos…
O que distingue seu trabalho? Qual é a sua assinatura?
Acho que muita gente conhece meu trabalho pelas colagens, às vezes pelo uso exagerado de fontes, pela sobreposição de imagens, pelos layouts sem cores.

Sites: frombrazilwithlovestudio.com / umagmag.com
Facebook
:  facebook.com/romeuuu
Twitter:  twitter.com/U_MAG
Pinterest
: pinterest.com/umag

©Reprodução

©Reprodução

©Reprodução

Gabriel Finotti, 22 anos, Uberlândia, MG

©Gabriel Finotti

Há quanto tempo trabalha: Há três anos.
Trabalhos mais marcantes: Meu trabalho de graduação, Praia Urbana; Festa Decadance, uma festa de rock e de outros géneros musicais que flertam com o rock, que existe desde maio de 2010 e hoje já está na edição 93. Meu primeiro e único trabalho como designer gráfico, na “Mojo”, onde trabalho há um ano.
Novos projetos: Sometimes Always, um projeto multidisciplinar de conteúdo “home made” que envolve de forma criativa temas abrangentes como arte, estilo, música, design e arquitetura. O Sometimes Always se divide em site, atualizado todos os dias, e revista, editada quadrimestralmente com o resumo do que foi publicado online, mas de forma mais aprofundada.
Sonho de carreira: Ter um estúdio atuante em diversas áreas, entre elas design gráfico, arquitetura, música e edição de impressos.
Inspirações e influências: Livros, revistas e zines principalmente. Boa arquitetura, música. Na verdade, qualquer trabalho bem feito, sério e que partilhe das mesmas crenças e anseios que os meus.
O que distingue seu trabalho? Qual é a sua assinatura? 
Meu trabalho se distingue pela sinceridade e por uma parcialidade direta. Sou transparente em relação aquilo que gosto e aquilo que não gosto, tento ser fiel aos meus desejos e à minha angústia. É uma resposta ao que me incomoda e que eu acho que poderia ser diferente. Minha marca se resume em falar e fazer coisas comuns a todos só que por uma ótica parcial da minha geração.

Facebook: facebook.com/pages/Sometimes-Always / facebook.com/profile.php?id=100000928778313
Twitter: https://twitter.com/sa_magazine
Pinteresthttp://pinterest.com/gabrielfinotti/

©Reprodução

©Gabriel O. Garcia

©Reprodução

  Renato Machry, 28 anos, Florianópolis, SC

©Renato Machry

Há quanto tempo trabalha: Há sete anos.
Trabalhos mais marcantes:
  Trabalhar no início do projeto do livro da Kate Moss que ainda não foi lançado. Trabalhar com Sebastian Kim e Gisele Bündchen em um mesmo set para a campanha de C&A. Fazer parte da equipe de criação do filme do Dia dos Namorados para a C&A.
Novos projetos:
  A nova campanha do shopping Cidade Jardim para 2012, e o filme de namorados da C&A deste ano, que têm tudo para serem  grandes sucessos.
Sonho de carreira: 
Ser um profissional melhor e mais relevante, a cada trabalho, a cada semestre, a cada ano.
Inspirações e influências:
Brian De Palma, W. Hill, David Cronenberg, Michelangelo Antonioni, Clint Eastwood, Nano Moretti…
O que distingue seu trabalho? Qual é a sua assinatura?
Sou uma pessoa muito focada e obstinada, vou à luta, planejo, corro atrás, faço de tudo para as coisas acontecerem. Acredito que um diretor de arte precisa ter isso no sangue pra poder acontecer. Não me acomodo, nunca fico 100% contente, nunca está bom, sempre pode ser melhor, esse sou eu. Busco o diferente, o sensível, o aspiracional, o impactante, o que tem qualidade. Prezo pela trabalho em equipe, pelo sentimento de amizade, pela serenidade e pelo conhecimento.

Facebook: facebook.com/renatomachry
Twitter:
  @renatomachry
Site pessoal:
www.renatomachry.com

©Sebastian Kim

©Reprodução

©Reprodução

Ally Fukumoto, 26 anos, Jacarezinho, PR

©Reprodução

 Há quanto tempo trabalha:  Desde 2010. Antes disso, fiz uns cursos na Escola São Paulo com foco em moda. A partir desses cursos conheci o o stylist Vinicius Ienzura, que trabalhava na “Vogue” e me chamou para trabalhar com ele e com o editor de moda da revista, Giovanni Frasson, para fazer produção de moda. Hoje estou no estúdio da Roberta Cardoso, onde realmente me encontrei e faço toda a parte de design gráfico para moda. Faço as artes da Ellus, 2nd Floor, Zeferino, Cris Barros, Jo de Mer e Jack Vartanian.
Trabalhos mais marcantes:  Uma produção de moda que fiz para a “Vogue”, sempre foi um sonho. Trabalhei na parte de produção de moda e não direção de arte, mas foi ótimo porque sempre tive um fascínio pela revista, desde pequeno que comprava as edições gringas.
Novos projetos:  Tou montando uma revista com uma amiga, chamada “Moonmadness” (sem site ainda). Queremos conectar pessoas novas, jovens que queiram mostrar o seu trabalho. Vai ser revista impressa e online.  Mas uma revista mais experimental, sem publicidade nem nada.
Sonho de carreira: Gostaria de ser reconhecido e ter uma personalidade de trabalho. As pessoas olharem e saberem que é meu.
Inspirações e influências: 
A forma do triângulo, sempre entra como inspiração muito forte. Acho muito bonita e perfeita. As proporções, o movimento do corpo. Tem uma origem japonesa que também me inspira, como o preciosismo manual. Em termos de artistas, gosto muito do Keith Haring, que usa a técnica da multiplicação para criar “multidão”.
O que distingue seu trabalho? Qual é a sua assinatura? 
Procuro misturar várias referencias. Quando é com texto gosto de misturar várias línguas, gosto de mistura de cores e texturas. Mistura mesmo. Gosto muito de formas geométricas.

Facebook:  facebook.com/allyfukumoto
Site: allyfukumoto.com
Pinterest:  @allyfukumoto

©Felipe Gachido

©Jacques Dequeker

©Juliana Knobel

STYLING

Vinicius Ienzura, 30 anos, Brasília, DF

©Tavinho Costa

Há quanto tempo trabalha:  Há seis anos.
Trabalhos mais marcantes:  Quando trabalhei com a Gisele Bundchen pela primeira vez. Na época trabalhava como produtor de moda. Fiz fotos para a Vogue duas vezes e fiz a campanha da Vivara tbm como produtor de moda. e também quando tive a sorte de trabalhar com pessoas de grande talento, como meu ex-chefe, o stylist Daniel Ueda, a quem sou muito grato.
Novos projetos:  Construir minha carreira solo com o pé no chão, paciência e com a mesma vontade quando cheguei em São Paulo há seis anos.
Sonho de carreira:  Ter meu trabalho reconhecido por pessoas que sempre respeitei e admirei.
Inspirações e influências: Família, amigos e viagens
O que distingue seu trabalho? Qual é a sua assinatura?
Qualidade, estudo, esforço e muita dedicação.

Facebookwww.facebook.com/vienzura
Twitter:  @ienzurav
Flickr: www.flickr.com/photos/viniciusienzura

©Juliana Knobel

©Reprodução

©Reprodução

Henrique Tank, 27 anos, Limeira, SP

©Reprodução

Há quanto tempo trabalha:  Comecei a trabalhar como produtor de moda há uns seis anos. Como stylist, trabalho há pouco mais de três.
Trabalhos mais marcantes: Na verdade, o trabalho mais marcante que fiz não foi como stylist e sim como assistente de styling da Renata Correa, profissional cujo trabalho admiro muito. Foi a campanha da Vivara com os fotógrafos Mert Alas et Marcus Piggott .
Novos projetos: O último projeto que realizei foi a campanha de inverno 2012 da Vish!, marca de Luiz Wachelke e Andreia Schmidt Passos. É muito gratificante, eles dao muita liberdade a equipe para conceber a imagem de moda das campanhas.
Sonho de carreira: Meu atual sonho é ser reconhecido como stylist no mercado nacional, para no futuro, me arriscar internacionalmente.
Inspirações e influências: Música e cinema são grandes fontes de inspiração. A Carine Roitfeld, Grace Codington e Alex White são fortes influências.
O que distingue seu trabalho? Qual é a sua assinatura?
Tenho uma preocupação com o todo da imagem. Não me atenho apenas à parte das roupas. Acho que o que torna uma imagem de moda forte é a maneira como as partes são amarradas. Quando digo partes, me refiro a direção de arte, a fotografia (luz, acting, atmosfera) a beleza, a edição de moda em si. Por isso procuro fazer parte de todo o processo. Considero meu trabalho minimalista. Sempre há uma preocupação com a simetria e com a geometria das peças (minha atual paixão). Procuro trazer um ar sofisticado para o que faço.

Facebook:  facebook.com/HenriqueTank
Twitter:  @henriquetank
Tumblr: henriquetank.tumblr.com

©Reprodução

©Reprodução

©Reprodução

  Igi Ayedun, 21 anos, São Paulo, SP

©Reprodução

Há quanto tempo trabalha: Meu primeiro envolvimento com moda foi há oito anos, mas há seis anos comecei a atuar profissionalmente assinando as minhas primeiras produções, reportagens e etc.
Trabalhos mais marcantes:
O mais marcante foi o primeiro, a minha primeira página de stills na revista “Capricho”. Nunca vou esquecer! Depois, um editorial para a “L’Officiel” brasileira que eu produzi e que me fez chorar durante o set por achar aquilo lindo demais. Meu primeiro ensaio como stylist feito de madrugada com o Vitor Pickersgill, com sobra de produção dos meus ex-chefes. A época em que tinha foto todos os dias, só porque amávamos o que fazíamos e nos juntávamos com um friozinho na barriga para ver as modelos chegando, como a Cris Hermann, a Paula Zago, a Vivi Orth, a Micheli Provensi, a Drielly Oliveira, a Malu Bortholini… Passávamos a noite inteira fotografando. Tinha o Henrique Tank, o Hugo Toni e o Dudu+Mendez. Todas as minhas capas de “U+MAG”. Meus shootings para o FFW durante o Fashion Rio verão2012. E o último, minha primeira capa de um suplemento da “Elle”  - abri um sorriso de orelha a orelha quando vi a revista.
Novos projetos:
Não sei, é tudo muito súbito hoje em dia, né? De repente eu posso dormir e acordar com um milhão! Mas – de qualquer forma – meus projetos estão mais pessoais, agora.
Sonho de carreira:
Atingir as pessoas, despertar emoções, sensações. Provocar identificações, indagações… Não preciso nem ver e nem saber, mas seria legal se simplesmente o fizesse.
Inspirações e influências:
Cor de olho+pupila+pele+cor da gengiva+ cabelo, a forma como as pessoas se movem também – acho que tudo começa aí, depois vão surgindo as outras coisas – e uma mulher que se chama Dulce.
O que distingue seu trabalho? Qual é a sua assinatura?  Tenho uns signos presentes em quase todas as fotos que participo, mas isso tem mais a ver com vícios do que com assinaturas, registros, direitos e etc. Ainda é preciso me conhecer para me sentir presente.

Facebook: facebook.com/iayedun
Twitter:
@igiayedun
Tumblr:
igiayedun.tumblr.com
Pinterest:
pinterest.com /igiayedun

©Reprodução

©Reprodução

©Reprodução

BELEZA

Helder Rodrigues, 24anos, Pouso Alegre, MG

©Reprodução

Há quanto tempo trabalha: Nove temporadas como assistente e oito meses em carreira solo.
Trabalhos mais marcantes: Editoriais nas principais revistas de moda: “Elle”, “Harper´s Bazaar”, “Marie Claire”, “Vogue”. Campanhas das marcas Fit, 2ndfloor, D’arouche, Cori, Giuliana Romano, Cantão. Desfiles: Andrea Marques, Huis Clos e Melk Z-Da.
Sonho de carreira: Sinceramente, não tenho sonho de carreira. Digo que seria uma realização, talvez, ver meu trabalho impresso em revistas como “Purple”, “LOVE”, “POP”, “i-D”, “Vogue Francesa”. E respirar arte nas ruas, pelo mundo!
Inspirações e influências: Meu trabalho tem influências orientais, no renascentismo, nas décadas de 50, 80 e 90. Minhas inspirações vêm de ícones como David Bowie, Leigh Bowery, Antony Hegarty; dos estilistas Yves Saint Laurent e Rei Kawakubo; de fotógrafos como Sanja Ivekovic e David Sims e de mulheres como Loulou de La Falaiase e Iris Apfel.
O que distingue seu trabalho? Qual é a sua assinatura? O perfeito acabamento. Na maquiagem: pele leve e texturas. No cabelo: diferentes texturas e formas.

Facebook: facebook.com/helderr
Twitter: @herodrigues
Tumblr: helderrodrigues.tumblr.com


©Reprodução

©Reprodução

©Reprodução

MODELOS

Thairine Garcia, 14 anos, Barão de Antonina, SP

©Way Model Management

Há quanto tempo trabalha: Um ano e quatro meses.
Trabalhos mais marcantes: A recente capa da “Vogue Italia”, por Steven Meisel, e as capas das edições brasileiras de “Elle”, “Harper’s Bazaar” e “Marie Claire”.
Novos projetos:  Um curso de inglês! Estou fazendo aulas particulares.
Sonho de carreira: Ser reconhecida pelo meu trabalho e fazer as melhores revistas e campanhas.
Inspirações e influências: Pessoalmente, minha mãe é uma grande inspiração. Ela sempre se preocupou em nos dar (a mim e ao meu irmão) tudo de melhor, se esforçando e trabalhando pra isso.
O que distingue seu trabalho? As pessoas com as quais trabalho costumam dizer que sou versátil, camaleoa.

Facebook:  http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002012747727
Tumblr: http://thairinegarcia.tumblr.com/
Blog: http://thairinegarciaoficial.blogspot.com.br/

©Reprodução

©Zee Nunes

©Reprodução

Carolina Thaler, 20 anos, Lajes, SC

©Reprodução

Há quanto tempo trabalha: Há cinco anos.
Trabalhos mais marcantes:  A última temporada internacional, em que desfilei para Dior, Prada, Gucci, Dolce & Gabbana, entre outros.
Sonho de carreira:  Fotografar várias campanhas internacionais.
Inspirações e influências: Minha família.
O que distingue seu trabalho? Sou determinada e objetiva. Gosto muito do que faço.
Facebookhttp://www.facebook.com/carolthaler

©Reprodução

©Reprodução

©Gui Paganini

 Tayane Leão, 17 anos, Parauapebas, PA

©Reprodução

Há quanto tempo trabalha:  Há três anos.
Trabalhos mais marcantes:  Os desfiles da Gucci e Givenchy. As campanhas de Diane Von Furstenberg e da Gucci óculos.
Novos projetos:  Fortalecer a minha imagem no mercado internacional.
Sonho de carreira:  Fotografar a campanha da Chanel.
Inspirações e influências: Minha mãe.
O que distingue seu trabalho? Gosto do meu trabalho e procuro sempre estar de bem com a vida.

Facebookhttp://www.facebook.com/tayleao

©Reprodução

©Reprodução

©Reprodução

Mariane Fassarella, 20 anos, Vitória , ES

©Reprodução

Há quanto tempo trabalha:  Há dois anos.
Trabalhos mais marcantes:  As primeira coleções que desfilei e os recordes de desfiles, ano passado, entre São Paulo e Rio de Janeiro. E também com certeza, a exclusividade mundial para Givenchy com o Riccardo Tisci.
Novos projetos:  Trabalhar agora este lado pós-temporada e galgar o máximo de imagem e desempenho para conquistar novos clientes e me posicionar no mercado, aprendendo a cada dia e olhando os projetos que chegam como grandes oportunidades.
Sonho de carreira:  Estar estabilizada, conquistar o máximo de cultura possível de cada lugar.
Inspirações e influências: Gisele, Isabelli Fontana, Izabel Goulart, Raica e Renata Kuerten… cada uma tem uma beleza e particularidade que me inspira.
O que distingue seu trabalho? Já disseram que tenho um ar europeu misturado com sensos mais “masculinos”, acho que meu olhar fixo e minha postura na passarela me ajudam a conquistar os clientes e a segurar as “criações”. Tento aprender ao máximo para estar entre as melhores em breve.


Facebook
www.facebook.com/#!/profile.php?id=100001230937359

©Reprodução

©Reprodução

©Reprodução

Diego Fragoso, 21 anos, Maceió, AL

©Reprodução

Há quanto tempo trabalha: Há três anos.
Trabalhos mais marcantes:  Campanha  e filme da Giorgio Armani e o desfile da Givenchy.
Novos projetos:  Trabalhar muito no mercado internacional. Neste momento estou focado em Milão.
Sonho de carreira:  Ganhar dinheiro e ter o meu próprio negócio.
Inspirações e influências: Meu filho e meu pai.
O que distingue seu trabalho?  Sou profissional, atento e sempre disposto a aprender mais.

©Reprodução

©Reprodução

©Reprodução

Fabricio Bach, 17 anos, Curitiba, SC

©Reprodução

Há quanto tempo trabalha: Há dois anos.
Trabalhos mais marcantes:  Fotografar para revista “Made In Brazil” e para a campanha da TNG.
Novos projetos:  Viajar para Nova York novamente e trabalhar em Londres e Tóquio.
Sonho de carreira:  Ser o melhor modelo do mundo.
Inspirações e influências: Acho bacana o estilo como o modelo Francisco Lachowisk fotografa.
O que distingue seu trabalho? Sou uma pessoa organizada e focada no meu trabalho. Sou avesso a baladas e amo a minha profissão.

Facebook: facebook.com/fabriciobach
Twitter: @fabriciobach

©Reprodução

©Reprodução

©Reprodução