No SPFW, Rosie Huntington-Whiteley fala de beleza, cinema e Victoria’s Secret

19/01/2012

por | Gente

Rosie Huntington-Whiteley no backstage da Animale

No Brasil exclusivamente para participar do desfile da Animale no SPFW, Rosie Huntington-Whiteley chegou causando furor no prédio da Bienal. Com um camarim individual, a modelo e atriz britânica preferiu receber os jornalistas em uma breve coletiva, que, apesar de bem intimista, durou somente 10 minutos.

Simpática e aparentemente tímida, Rosie vestia um look sóbrio (todo da Animale, claro) e conversou sobre sua carreira, o status de “mulher mais sexy” do mundo e sua infância no campo. Os jornalistas presentes se revezaram nas perguntas, que incluíram, sobretudo, a vinda da modelo ao Brasil pela terceira vez, a substituição de Raquel Zimmermann como estrela da marca neste Inverno 2012 e a sensação de ser uma “Angel”, como são chamadas as representantes oficiais da Victoria’s Secret.

Questionada inicialmente sobre sua rotina estressante e se às vezes se cansava de ser “a supermodelo-sexy”, Rosie disse que se sentia muito confortável consigo mesma, mas se pudesse trocar de lugar com alguém por um dia, a escolhida seria a cantora Beyoncé, que para ela é talentosa e carismática. A segurança da britânica, dona de uma elegância discreta e modos comedidos, pôde ser comprovada após conversarmos com sua maquiadora particular, Cris Narvaes: a pedido de Rosie, sua beleza foi um pouco diferente da beleza das demais modelos, com o intuito de não diminuir seus olhos (que a modelo considera muito pequenos).

Rosie abrindo o desfile da Animale ©Marcelo Soubhia/Ag. Fotosite

Como esperado, a britânica foi perguntada se, após a estreia no cinema [no filme "Transformers 3"], pretendia deixar as passarelas, ao que respondeu: “Se eu considerasse me aposentar não estaria aqui, eu sempre adorei fazer desfiles de moda e o quanto eles são teatrais, a energia que existe no backstage e fora dele”. A comparação entre as profissões de atriz e modelo também foi suscitada, ao que Rosie afirmou: “Para mim, fazer um filme foi uma experiência muito mais desafiadora. Com certeza algumas atrizes diriam que desfilar é mais difícil, é tudo muito diferente… estou modelando há nove anos, então já sou confiante quando desfilo. Atuar é muito novo para mim, ainda estou aprendendo. É um desafio, mas eu gostei”.

A rotina de beleza de Rosie foi um dos temas mais solicitados da entrevista. A modelo explicitou o quanto a atividade física era importante para seu bem-estar: “Minha rotina de beleza começa na academia, é onde fortaleço minha segurança. Então eu faço pilates, boxe, treinos de resistência, ioga. Dormir também é algo essencial e faz uma diferença imensa, para mim dormir oito horas toda noite é um tratamento”. Quando chegou a vez do FFW, questionamos a modelo se sua criação [Rosie cresceu em uma fazenda no interior da Inglaterra] e o fato de ser europeia tinham contribuído para que parecesse tão segura quanto ao seu corpo e não ter, aparentemente, problemas com a nudez. “Não acho que tenha a ver com minha infância ou de onde venho. Acredito que todo corpo humano é bonito. Quanto a mim, agarrei as oportunidades que surgiram”.

Rosie ao final do desfile da Animale de Inverno 2012 ©Marcelo Soubhia/Ag. Fotosite

“Sou uma garota normal de 24 anos, mas com um emprego louco. Fui abençoada com uma grande oportunidade que me permitiu fazer as coisas que eu gosto: amo viajar, estar com meus amigos e minha família, estar na minha casa, o que não acontece com frequência, mas acho que constantemente estamos descobrindo quem somos e evoluindo”, definiu-se Rosie. Quanto aos shows da Victoria’s Secret, Rosie afirmou serem seus preferidos: “É muito teatral, como nenhum outro desfile no mundo é. Para uma modelo, é uma honra imensa andar naquela passarela”.

Sobre o convite da Animale para que a modelo viesse ao Brasil, Rosie afirmou ter ocorrido antes do Natal e que, depois de uma rápida pesquisa sobre a marca na internet, ficou entusiasmada e lisonjeada. Quanto a substituir Raquel Zimmermann (e Megan Fox, na franquia “Transformers”), a britânica é firme: “É uma honra. No entanto, eu tento não olhar como substituição porque as coisas estão constantemente mudando. Espero que vocês não estejam muito desapontados por eu ter vindo no lugar de Raquel. Sei que ela é um ícone no Brasil e é uma das maiores modelos do mundo. Então vir após ela é fantástico”. Claro que é impossível não ter saudades de Raquel, mas Rosie Huntington-Whiteley não desaponta.

+ Veja aqui o desfile completo da Animale no SPFW Inverno 2012