capa mag
Nº39 • 2015

Fast x Slow

A era digital fez o ciclo de moda mudar, e o leitor atento já deve ter percebido essa mudança estonteante de ritmo. Se, antes, obedecíamos a um calendário determinado apenas pelas estações do ano – Primavera/Verão e Outono/Inverno – agora seguimos tendências que parecem surgir a cada minuto. Tudo virou fast.

No texto “Você tem pressa de quê?”, a jornalista Vivian Whiteman analisa este momento de hiperaceleração da moda e, na sequência, avalia também a reação à essa correria toda. Sim, existem aqueles que defendem a agilidade e a rapidez, como Karl Lagerfeld, mas cresce o número de designers que pedem mais tempo para a criação. Em “Precisamos desacelerar?”, Vivian escreve sobre o slow fashion, movimento abraçado por outro ícone da moda, o estilista Azzedine Alaïa. Ao contrário de Lagerfeld, Alaïa acredita que, nesse ritmo alucinante, as coleções caminham “em direção ao vazio”.

Nesse embate entre fast e slow na indústria da moda, não há bandidos ou mocinhos, certo ou errado. É uma questão bem mais complexa, que envolve o próprio funcionamento da nossa sociedade atual, movida a pressa e imediatismo. As consequências dessa “vida a 300 por hora” ainda são imprevisíveis e, por enquanto, cabe a cada um escolher o modelo que lhe cai melhor, o que já é uma coisa boa. Ao menos somos livres para escolher.

Nesta FFWMAG, os editoriais de moda ocupam boa parte das páginas da revista. A ideia é ampliar e diversificar as linguagens de fotografia e criação de imagem de moda, abrindo espaço para mais profissionais da área: fotógrafos, stylists, modelos e beauty artists.

“Ela é minha menina | Eu sou o menino dela” apresenta peças das coleções nacionais (Inverno 2015) e internacionais (Verão 2015), reunindo uma equipe afiada. As fotos são de Henrique Gendre e o styling é de Renata Corrêa. O editorial tem a modelo Aline Weber (capa da edição) e intervenções da designer-artesã Lane Marinho.

São dois os ensaios de moda masculina. O primeiro é “A single man”, clicado por Adriano Damas, com edição de moda de David Diniz. O segundo, “#Boyhood”, tem casting de garotos feito no Instagram, plataforma que transformou a moda e a maneira como a nova geração se expressa. Quem fotografou os garotos foi Cristiano Madureira, com styling de Michael Vendola.

“Mulheres-cabeça”, fotografado por Bob Wolfenson, apresenta a primeira coleção de chapéus, casquetes e turbantes de Davi Ramos e tem como modelos Costanza Pascolato, Céu, Flavia Pommianosky (parceira de Davi há anos) e outras personalidades femininas que importam. As peças com desenhos mais geométricos das últimas coleções aparecem no ensaio “Graphic games”, sob o comando de duas apostas da FFWMAG: o fotógrafo Gustavo Ipolito e a stylist Gabriela Splendore. Por fim, mostramos com exclusividade o resultado do projeto que João Pimenta fez com moradores de Paraisópolis, em São Paulo, que vestem as criações de Inverno 2014 do estilista.

Entrevistado da seção Conversa, o diretor criativo Giovanni Bianco, em quase três horas de papo em seu apartamento nos Jardins, também falou sobre velocidade: “Não tenho mais tempo para pensar. Hoje o timing é desumano”. Na mesma seção, Erika Palomino decreta a morte da crítica de moda e fala sobre sua obsessão pelo novo. O novo, aliás, é busca permanente de FFWMAG. E, entre os novos nomes da música, conversamos com Shamir

Bailey, Boogarins e Rico Dalasam, que chegou para as fotos de mototáxi, colocou ele mesmo apliques no cabelo e mostrou por que é um dos mais controversos personagens da periferia paulistana. Rico é rapper e gay. Em outro movimento, registramos a conversa de Alice Caymmi e do DJ Zé Pedro em almoço no restaurante Myk. Os dois falaram sobre Rainha dos Raios, o elogiado disco da cantora que me proporcionou um novo desafio: dirigir um show. Falamos também sobre Joan Didion. Aos 80 anos, respeitadíssima no mundo literário, a escritora  provocou falatório nas redes sociais ao estrelar campanha da Céline, em que foi fotografada por Juergen Teller.

Eduardo Pombal, Esmir Filho, Gregorio Duvivier, Janaina Tschäpe, Lovefoxxx, Marina Morena e Miranda July também estão na edição, além de um ensaio de Camila Yahn sobre os desafios de Nicolas Ghesquière à frente da LV. Fast ou slow, FFWMAG segue com a missão de valorizar a moda brasileira, mas sem jamais perder de vista outros temas e outras modas.

Paulo Borges
Publisher


Relacionados