Guia fashion BsAs

19/09/2012

por | MODA

Por Jorge Grimberg, em colaboração para o FFW

Ay Not Dead Primavera/Verão 2013

Maria Cher Primavera/Verão 2013

Crescendo no Brasil nos anos 80 existia uma invejinha da Argentina. Mais cool e sofisticada que o Brasil, a Argentina era um pedacinho da Europa na América Latina.

Nos últimos anos, o cenário econômico mudou e passamos de primos pobres para primos ricos e a Argentina entrou em um período de isolação fashion. Enquanto em São Paulo abriram lojas gringas sem parar –  desde American Apparel até Prada – em Buenos Aires você quase não encontra produtos que não sejam Made in Argentina.

Isso é uma oportunidade para os criadores locais, pois não tem essa competição internacional que está modificando a indústria aqui, mas esses mesmos designers também sofrem com a falta de uma indústria têxtil forte e escala de produção, já que o território argentino é menor que o nosso.

Vero Alfie e Lupe Primavera/Verão 2013

Mesmo com todas as dificuldades econômicas – o dólar americano a 5 pesos impede que os argentinos viagem com a mesma facilidade que nós brasileiros — a sofisticação continua reinando para algumas poucas e boas marcas e designers locais.

Jazmin Chebar

Para um mercado local muito restrito, existe uma nova geração de designers em Buenos Aires que se juntaram com pesos pesados da indústria local para criar um grupo de moda em Palermo Viejo – mais conhecido como Palermo Soho — o bairro mais low-profile-super-cool de Buenos Aires.

O grupo é pequeno e as marcas acabam sendo exclusivas, pois quase todas só existem na Argentina mesmo. Os estilistas trabalham em ateliês que ficam sobre as lojas e têm poucos pontos de vendas. O trabalho é local e artesanal. Para quem vai pra Buenos Aires, segue o mapinha do Circuito de Diseño de Palermo Viejo e uma seleção dos looks mais bacanas das novas coleções de Verão 2013.

(clique para ampliar)

Vero Alfie

Lupe

Jazmin Chebar

Hiuja 

Felix

Maria Cher

Paula Cahen Danvers

CORAGROPPO

Ay Not Dead