#MMI: “Eu quero ser um formador de opinião”, diz Ricardo dos Anjos

30/09/2010

por | BELEZA, DESIGN, MODA

Via @coolintheheat

2011/10/4116_ricardo

Aproveitando a estada do beauty artist Ricardo dos Anjos em Salvador, para cuidar da beleza dos desfiles do MMI, conversamos um pouco com ele sobre o seu trabalho e carreira. Natural de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, desde os 15 anos já trabalhava em uma salão de beleza. A ida para São Paulo foi o que determinou a sua entrada no mundo na moda e a construção de uma carreira, que deve ganhar ainda mais destaque com sua participação, como jurado, no “Por um fio” (reality show onde cabeleireiros competem por um prêmio final), apresentado por Juliana Paes, do canal GNT.

Sobre o programa ele afirma que “gostou de fazer, porque é uma oportunidade de demonstrar a seriedade com que encaro a profissão”. Além de poder conhecer o trabalho de profissionais de várias partes do Brasil, que trazem consigo visões tão diferentes. Por essa curiosidade pela diversidade que o país tem a oferecer, é que o Ricardo diz se sentir sempre disposto a fazer eventos fora de São Paulo.Isso o permite ver belezas diferentes e usar peletas de cores na maquiagem, que nunca imaginaria usar. Segundo ele ” cada desfile é uma arma em sua cabeça, não existe diferença entre a beleza que faço num desfile do São Paulo Fashion Week , para a que faço aqui em Salvador, por exemplo.”.

Ricardo maquiando uma modelo no backstage do @MMI

Ricardo maquiando uma modelo no backstage do @MMI

Ricardo gosta de tratar o seu trabalho como uma arte e destaca suas parcerias com a revista FFW Mag! por causa da liberdade de criação e ” do descompromisso em fazer moda, a experimentação que ela faz é enriquecedora”. A nova edição dela,Coleções #21, tem a beleza dos editoriais assinada por ele. Fora dessa colaboração especial, ele revela fazer muitas consultorias para grupos de funcionárias, de grandes empresas, ensinando como se maquiarem.E para quem quer uma dica de make up, ele avisa “é importante saber quais as novidades, mas se apropriar delas de forma que seja melhor pra si.”.

Em seu blog pessoal compartilha um pouco dos seus interesses e universo criativo. O que já permite ver de onde vem suas inspirações: dos livros, exposições de arte, arquitetura, vídeos. Ele desenvolve tantas conexões com variadas vertentes artísticas, porque é categórico em dizer: “Eu quero ser um formador de opinião.” Para isso, ele saber bem, é fundamental ter uma bagagem cultural, que dê segurança para propor novas idéias.